3ª-feira,

10 de junho – Desta vez quero saber tudo: quem é o piloto, qual o carro, em que corrida de qual ano?

*

10/6/1935, Victor Henry Elford nasce em Peckham, Reino Unido.

Vic Elford foi um piloto altamente considerado por sua versatilidade, ‚pau pra toda obra‘, piloto de ponta em carros esporte, tendo vencido as 24 Horas de Daytona, as 12 Horas de Sebring, a Targa Florio, os 1000 Km do Nurburgring, e – notávelmente – o Rally de Monte Carlo de 1968 apenas dois meses antes da estréia na Fórmula 1, num Cooper-BRM no chuvoso Grand Prix da França em Rouen. Após um convincente 4º lugar em sua primeira prova, a equipe o manteve para o resto da temporada. Ele então sofreu um grave acidente, pilotando um McLaren M7 no Nurburgring durante o GP da Alemanha de 1969, e quebrou um braço de modo bastante sério. No mesmo ano também disputou a série Can-Am. Sua ultima participação na F1 foi uma avulsa para BRM no GP da Alemanha. Em 1972 entrou para Autodelta e ficou na equipe italiana até se aposentar das corridas em 1974. Nos anos 80 teve um breve período como chefe de equipe na ATS de Fórmula 1.

*

10/6/1940, Peter Ryan nasce na Filadélfia, EUA.

Nascido nos Estados Unidos, Peter Ryan mudou-se com a família para Quebec, onde iniciou sua carreira em carros esporte. Após vencer várias corridas no Canadá ele fez uma tentativa em Fórmula 1 com uma Lotus 18/21 particular no Grand Prix dos EUA de 1961 em Watkins Glen. No ano seguinte foi para a Europa pilotar para a equipe de fábrica da Lotus na Fórmula 2. Tristemente, sofreu uma forte batida num treino para a etapa francesa em Reims e morreu dos ferimentos.

Nasceu: 10 de junho de 1940 em Filadélfia, EUA;
faleceu: 2 de julho de 1962 em Paris, França, aos 22 anos de idade.

*

10/6/1941, David Walker nasce em Sydney, Australia

Dave Walker teve sua estréia na Fórmula 1 com a equipe Lotus no Grand Prix da Holanda de 1971, após dominar o Campeonato Britânico de Fórmula 3 numa Lotus 69 de fábrica. Como Reine Wisell, a quem substituiu na categoria principal, Walker foi superado de longe por Emerson Fittipaldi e daí em diante foi desaparecendo da cena automobilística de competição. Hoje em dia dirige com sucesso um negócio de iates alugados para turismo na Austrália.

Advertisements

12 Gedanken zu “3ª-feira,

  1. Ah! O Silvio era suiço. Isso né? O carro era um carro especial, mas dá pra ver que era derivado de um March 711. A corrida pelo camping me parece ser na Austria. Agora chega de chutar…

  2. Alguma coisa com motor Alfa, por causa do Jolly Club no bico, De Adamich?, Inglaterra – Brands Hatch?. Ano 69, se bem que pode ser 70, por causa do aerofólio, mas o cara está de capacete aberto, aí pode ser até 68, se bem que não, por causa do aerofíolio. Será que é um Tecno, aí não seria Alfa e nem o Adamich.

    Só posso dizer uma coisa „não tenho certeza de nada e aguardo que os colegas descubram e matem a curiosidade de todos“.

    Abraços

    Barba

  3. é, eu fiquei entre Silvio Moser-Austria70 e John Love-Kyalami71

    mas pode ser Silvio Moser nos treinos do GP da França de 70

    aliás, como tinham carros vermelhos entre 69 e 71 hein!!!

  4. É um Bellasi mesmo. Ele era derivado de um Brabham bt-24. (a memoria falha mas internet não)

    E eu ainda por cima escrevi que era de um March, putis…O pior é que eu queria dizer 710 e escrevi 711 (o famoso bandejão). Essa foi imperdoável…

  5. Eu sei que é o Silvio Moser porque em 1970 teve uma corrida de f1 na Argentina extra campeonato . Tinha uns F5000 correndo junto e o Silvio conseguia ficar na frente deles e em ultino entre os F1com essa Bellasi. Eu sei porque eu estava lá. Aos 15 anos eu manjava muito mais que hoje…..Mas Zamborlini como você consegue saber? Aquela de acertar o Cheever então foi demais.

    Mário: tem cada enciclopédia aqui! impressionante…

  6. brar soler
    uso o site statsf1 francês(mas tem versão em português de portugal) para fazer minhas consultas. é um site bem completo e fácil de navegar. vi o número 24 do moser e saí procurando quem estava inscrito com este número lá por 1970/71 devido a apárencia do carro. depois ví uma foto do bellasi q tinha um bico igual. e a curva só pode ser da áustria. e claro, hoje com 46 anos, desde os 10 (1972 com émerson fittipaldi)sou também um apaixonado pela f1. e isso ajuda.
    qt ao cheever, qd o mário falou de um piloto da f1 dos anos 80 q migrou da f1 para os eua, só podia ser ele.
    abraços
    zamborlini

  7. Epa, esqueci de fechar o tópico. Perdão.

    Silvio Moser, Bellasi-Cosworth, GP Da Austria de 1970 em Zeltweg estava certo.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s