5ª-feira,

5 de junho – Primeiramente quero agradecer pelas manifestações de apoio e carinho que recebi desde que o blog atingiu a marca de 200.000 visitas. Podem crer, que é pela interação de ótimo nível com vocês que mantenho este espaço. E já que vocês parecem curtir as charadas, eis mais uma: Quem é o cabra? Que corrida é esta? Qual é o circuito?

*

Who is who 5/6/1023, Jorge Daponte nasce em Buenos Aires, Argentina.

Daponte estréia na F-1 em 1954 no Grande Prêmio da Argentina pilotando uma Maseratti A6GCM. Sua segunda e última participação no Campeonato Mundial foi no GP da Itália do mesmo ano, desta vez pilotando uma Maseratti 250F, não marcando pontos. Ele também participou de várias corrida extra-campeonato. Ele morreu aos 39 anos de idade.

Nasceu: 5 de Junho de 1923 em Buenos Aires, Argentina;
Morreu: 9 de Março de 1963 em Buenos Aires, Argentina, aos 39 anos de idade.

*

Umberto Maglioli 5/6/1928, Umberto Maglioli nasceu em Bioglio, Itália.

Um realizado e versátil corredor de carros esportivos e, especialista em corridas de Endurance, Magioli corria apenas ocasionalmente na F-1, como piloto reserva da Maseratti, Ferrari e Porsche. No GP da Itália de 1954 ele correu dividindo uma Ferrari com Froilan Gonzalez e chegou em 3º e em 1955, no GP da Argentina, desta vez dividindo o cockpit com Giuseppe Farina e Maurice Trintignant, ele repetiu novamente o que seria o resultado da sua carreira com a Scuderia Ferrari. Sendo um membro da divisão de carros esportivos da Porsche, ele teve a sua última chance em 1956. Participando do Campeonato Mundial, os alemães o inscreveram no GP da Alemanha com um carro 1,5 litros F-1.

Nasceu: 5 de Junho de 1928, em Bioglio, Itália;
Morreu: 6 de Fevereiro de 1999 na Itália, aos 70 anos de idade.

*

5/6/1908, Franco Rol nasce em Turin, Itália.

Franco Rol era um corredor de sucesso em carros esportivos na Itália quando montou, junto com Giuseppe Farina uma equipe para o desafio da corrida de 1950 em Indianápolis, a primeira válida pelo Campeonato Mundial, e autorizado pela Maseratti construiu um par de 8CLT, mas os carros não foram finalizados a tempo. Rol então inscreveu um Maseratti 4CLT/48 no GP de Mônaco de 1950, mas se envolveu em um acidente múltiplo na primeira volta, na Tabac. Ele ainda tentou novamente o GP da França e da Itália, se retirando em ambas as corridas. Em 1951 ele correu novamente e sua melhor colocação foi um 9º lugar no GP da Itália, com uma OSCA e tinha para o outro ano um Maseratti A6GCM, se retirando para sua casa após o GP. Sua carreira de piloto acabou após um acidente, onde sofreu graves ferimentos em 1953 no Tour da Sicília.

Nasceu: 5 de Junho de 1908, em Turin, Itália;
Morreu: 18 de Junho de 1977 em Rapallo, Itália, aos 69 anos de idade.

Advertisements

8 Gedanken zu “5ª-feira,

  1. Olá Mario!

    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo excelente blog que vc tem… sempre com muitas informações e curiosidades interessantes!

    É muito bom ouvir as opiniões não só de um jornalista, mais sim de um ex (ou atual) piloto também…

    Gostaria de fugir um pouco dos topicos acima descrito, e perguntar o seu ponto de vista em relação ao resultado da votação para a permanencia de Max Mosley na presidencia da FIA.

    Ao seu ver… a permanencia dele no cargo foi boa ou ruim?

    Obrigado e abraços!

    Celso Watashi

  2. O carro é obviamente um March, e pela carenagem é um 741.

    O piloto foi difícil, como o patrocíonio é da Beta já ia falar logo que era o Brambilla, mas além do capacete não ter as cores que ele usava, vi logo que o Mário não ia dar uma moleza dessas ! hehehe

    Então dei mais uma pesquisada, e se trata de Noritake Takahara, o primeiro japonês a participar de uma corrida de F1, numa prova extra-campeonato, o International Trophy em Silvertone em 74.

    Valeu Mário ! esse tava dos bons !

  3. Hehehe, nada mal:

    Noritake Takahara, March 741-Cosworth, International Trophy, Silverstone, 1974.

    Aliás, aniversariante desta sexta-feira. Parabéns ao Filipe e ao Daniel.

    E Celso: Você deve ter notado que não mencionei com palavra alguma o escândalo em volta do Mosley, não?

    Todo mundo elogia o Mosley pelas melhorias enquanto a segurança no automobilismo. Parecem esquecer as negligencias anteriores, que foi o regulamento de 1994, forçado por ele, que criou carros de F1 perigosos e as tragédias de Imola, entre outros incidentes. Até os que seguiram, porque resolveu cortar os difusores no meio da temporada.

    Na verdade a FIA continua nos devendo até hoje um presidente decente – literalmente. Este episódio só demonstrou que poder é a única coisa que interessa a este cidadão. Ele por ora está confirmado em sua posição, mas espero que a pressão dos alemães e dos americanos possa reverter o quadro atual.

  4. „…mas espero que a pressão dos alemães e dos americanos possa reverter o quadro atual“.

    Bom, sair um dia o Mosley sai. A questão é: quem vai entrar? E mudaria tanto assim o direcionamento?

    Uma pergunta, apenas por curiosidade, aos mestres do blog (só tem enciclopédia humana aqui!): quantos foram os japoneses na F1? Eos melhores resultados (salvo engano, acho que foram os do Sato)?

  5. vitor
    usando a memória só me lebro do suzuki – é, o aguri mesmo – finalizando em terceiro no gp do japão de 1990 como o melhor japa classificado em prova do muncial.
    abraços
    zamborlini

  6. Zamborlini, e, 2004 teve um terceito do Sato também, embora não lembre do circuito.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s