Sábado,

24 de maio – Hoje é o 45º aniversário de Ivan Capelli e lembro do GP da França de 1990 na TV. Fiquei impressionado com a velocidade da Leyton House e eu estava obviamente desavisado – assim como o resto do mundo – que o design radical do CG901 equipado com um motor Judd V8 era nada mais que o primeiro brilhante trabalho de design feito por Adrian Newey. E admirei a competência de Capelli ao liderar a corrida com uma performance tão livre de erros que comecei a torcer por ele, ou quando Prost se aproximava mais e mais. Acho que não fui o único desapontado quando a Ferrari – de longe um carro superior – o ultrapassou nas voltas finais. Senti pena por Ivan e pela equipe Leyton House por não conseguirem manter a posição e conquistarem o que seria a única vitória na Fórmula 1 desta equipe tão esforçada.

*

24/5/1963, Ivan Franco Capelli nasce em Milão, Itália.

Campeão na Fórmula 3 e competidor de ponta no Europeu de Fórmula 3000, Ivan Capelli estreou na F1 pela Tyrrell, substituindo Stefan Bellof na segunda metade da temporada de 1985 e terminando em quarto na Austrália. Em 1986 ele se concentrou na Fórmula 3000 e conquistou o título, paralelamente correndo pela BMW no ETCC (European Touring Car Championship). Ele também disputou duas provas pela AGS. Em 1987 ele entrou na Fórmula 1 de vez correndo pela March Leyton House e chegou perto por duas vezes de vencer corridas. Em ambas as ocasiões ele foi segundo, atrás de Alain Prost, vencedor no Estoril em 1988 e em Paul Ricard em 1990. Deixando de lado os confetes, ele teve várias oportunidades de lembrar seus observadores que ele ainda era capaz de performances tão boas. Ainda assim, isso não o preveniu de ser recrutado pela Ferrari no início da temporada de 1992. Infelizmente, o carro não era nada competitivo e aquilo acabou com sua estima. E depois de dois sombrios passeios pela Jordan no início de 1993 sua carreira na Fórmula 1 dava-se por encerrada. Ainda hoje, Capelli é comentarista da TV italiana nos grandes prêmios de F1.

*

24/5/1953, Lamberto Leoni nasce em Argenta, Itália.

Vencedor de corridas de Fórmula 2 em 1977, Leoni tentou estrear na Fórmula 1 naquele mesmo ano em Monza pela equipe de John Surtees mas não conseguiu a classificação para a largada. Para 1978 ele assinou com a Ensign, time de Morris Nunn, e finalmente estreou no GP da Argentina. Mas à época do GP dos Estados Unidos ele ficou sem dinheiro e retirou-se da categoria. Ele abriu a First Racing, equipe de Fórmula 3000 em 1987 e então descobriu seu amor pelas corridas de Power-boating, colocando seu nome como piloto de ponta na Classe Um do Campeonato Mundial de Offshore.

*

24/5/1990, morre Andries van der Lof.

Dries van der Lof era um rico industriário holandês e entusiasta dos esportes a motor, nascido em Haaksbergen, onde ele possuía uma fábrica de cabos elétricos. Um dos fundadores do Clube Holandês de Pilotos, ele disputou o GP da Holanda de 1952 com um HWM. Ele manteve uma grande coleção de carros antigos e correu com seu próprio Maserati 250F em eventos de carros históricos até o final dos anos 80.

Nasceu em: 23 de agosto de 1919 em Emmen, Holanda;
Faleceu em: 24 de maio de 1990 em Enschede, Holanda, aos 70 anos.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s