Há 40 anos: Hill resuscita a equipe Lotus

Quando a equipe Lotus chegou em Jarama para a primeira corrida da temporada Européia eles estavam de luto. Não apenas tinha Clark morrido um mês antes em Hockenheim, como eles também sentiam falta de Mike Spence que tinha perdido sua vida durante um treino livre para Indianápolis 500.


A corrida de Jarama foi o primeiro evento do Campeonato Mundial a acontecer na Espanha desde que Hawthorn tinha vencido em Barcelona em 1954. Para atrair a Fórmula 1 de volta à Espanha o órgão de automobilismo do país tinha construído um moderno circuito em Jarama, nos arredores de Madrid. O circuito permaneceria em uso até o início dos anos 80 antes do circo se mudar para Jerez e depois Catalunha.

Diversos novos carros fizeram sua estréia aqui, destaque entre os que utlizavam o motor Ford-Cosworth estavam a McLaren M7A, e a nova Brabham BT26, que foi mais uma vez equipada pela empresa australiana Repco.

Chris Amon, que havia se integrado à Ferrari ao lado do jovem belga Jacky Ickx, havia feito a pole mas perdeu a largada para Rodriguez e Beltoise, que estava substituindo Jackie Stewart, ferido. Amon levou 16 voltas para recuperar a liderança, ajudado pelo abandono de Beltoise, apenas para ter sua primeira chance de vitória frustrada por um problema da bomba de combustível.

Isto permitiu Hill assumir a liderança onde ele conquistou em vitória na hora certa para o esquadrão abatido da Lotus. Ele foi seguido pelo campeão de 1967, Denny Hulme, e Brian Redman, ao volante de um Cooper usado na temporada anterior.

XIV Gran Premio de España – GP da Espanha de Fórmula 1 de 1968, Jarama, Espanha.

Pole Position: Graham Hill. Lotus 49-Ford Cosworth, 1m 27.9s, 139.413 km/h (86.646 mph) de média.

Resultado da corrida: Vencedor – Graham Hill. Lotus 49-Ford Cosworth, 90 voltas x 3.404 km (2.116 miles) = 306.360 km (190.404 miles) distância total da corrida em 2h 15m 20.1s, 135.823 km/h (84.415 mph) de média.

2) Denny Hulme McLaren M7A-Ford +15.9s
3) Brian Redman Cooper T86B-BRM +1 volta
4) Ludovico Scarfiotti Cooper T86B-BRM + volta
5) Jean-Pierre Beltoise Matra MS10-Ford + 9 voltas
6) Bruce McLaren McLaren M7A-Ford abandonou, vazamento de óleo

Melhor volta: Jean-Pierre Beltoise, Matra MS10-Ford Cosworth, 1m 28.3s na volta 47 = 138.781 km/h (86.253 mph) de média.

Marcos:

– 1º GP de Formula 1 no circuito de Jarama.

Marcos entre os pilotos:

– 1ª melhor volta de Jean-Pierre Beltoise em GP de Formula 1;

– 1ª pole position de Chris Amon em GP de Formula 1.

Marcos entre equipes, construtores e fornecedores:

– 1ª vitória da equipe Gold Leaf Team em GP de Formula 1;

– 1ª melhor volta da equipe Matra International em GP de Formula 1;

– 1ª melhor volta da Matra como construtor em GP de Formula 1;

– 50ª participação da Repco como fornecedor de motores em GP de Formula 1;

– 50ª participação da Ford como fornecedor de motores em GP de Formula 1;

– 1ª vitória da equipe Gold Leaf Team em GP de Formula 1.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s