2ª-feira,

12 de maio – No Grand Prix da Bélgica de 1974, disputado no circuito de Nivelles, o Token RJ02 faz sua estréia na Fórmula 1. O carro foi projetado por Ray Jessop e originalmente destinado à graduação para a F1 da Rondel Racing, a bem sucedida equipe de Fórmula 2 fundada por Ron Dennis e Neil Trundle. Durante a crise energética, Rondel perdeu seu patrocinador Motul e teve que abandonar planos de crescer. A finalização do carro foi financiada por Tony Vlassopoulo and Ken Grob, permitindo à estrela da Fórmula 3 Tom Pryce fazer sua estréia na F1, e posteriormente o novo carro foi pilotado por David Purley e Ian Ashley. No entanto, após quatro Grands Prix realizados, o carro foi vendido e mais tarde resurgiu como o Safir, novamente sem sucesso.

*

12/5/1961, morre Melvin Eugene Bettenhausen.

Tony Bettenhausen foi um piloto dedicado e destemido, ganhador do Campeonato Nacional dos Estados Unidos em 1951 e 1958. Ele se aposentou das corridas por três vezes, mas sempre retornava pois achava a vida fora do cockpit deveras tediosa. Competiu na Indy 500 quatorze vezes incluindo aí os onze que contaram pontos para o Mundial de Fórmula 1 entre 1950 e 1960. Nunca venceu essa grande corrida, conseguindo um segundo lugar em 1955 e um par de quartos e um quinto em seu crédito. Nos treinos para a prova de 1961, Paul Russo, um colega piloto e amigo de Tony, veio a ele dizer da insatisfação com o acerto de seu carro, e Tony prontamente se ofereceu para testá-lo, o mesmo carro com que Rodger Ward tinha ganho a edição das 500 Milhas em 1959. Na primeira vez que Tony usou os freios, o eixo dianteiro partiu, entortando e desalinhando as rodas e atirando o carro contra o muro.
Seus três filhos, Gary, Merl e Tony Lee, todos tornaram-se pilotos. Tony Lee chegou a participar de 11 edições da Indy 500 e também possuiu uma equipe na CART. Gary também participou das 500 Milhas.

nasceu: em 12 de setembro de 1916 em Tinley Park, EUA;
faleceu: em 12 de maio de 1961 no Indianapolis Motor Speedway, EUA, aos 44 anos.

*

Alfonso de Portago 1957 12/5/1957, morre Don Alfonso Antonio Vicente Blas Angel Francisco Borija Cabez de Vaca y Leighton, Carvajal y Are, XVII Marques de Portago, Marques de Moratalla, XIII Conde de La Mejorada, Conde de Pernia, Duke of Alagon, Grande de Espana.

Alfonso de Portago, como era comumente conhecido, foi um extravagante aristocrata, um amante da aventura e um dos mais interessantes personagens jamais surgidos no automobilismo. ‚Fon‘ era um fantástico multi-esportista, foi jockey, por 3 vezes campeão amador francês, e participou 2 vezes do tradicional Grand National Steeplechase em Aintree, Inglaterra; também foi nadador de competições internacionais, e ainda tomou parte na equipe espanhola de bobsleigh para os Jogos Olímpicos de Inverno de 1956.
Morreu num violento acidente na Mille Miglia de 1957, acidente que vitimou também espectadores, incluindo crianças, e causou o fim dessa famosa prova.

nasceu: 11 de outubro de 1928 em Londres, Reino Unido.
faleceu: 12 de maio de 1957 em Goito, Itália, aos 28 anos de idade.

*

12/5/1963, Stefano Modena nasce em Modena, Italy.

Stefano Modena disparou para o cenário internacional em poucas semanas, ao vencer a renomada prova de Fórmula 3 de Mônaco, e, em 1987, juntou-se à equipe Onyx para ganhar o título da Fórmula 3000 Internacional, em sua primeira tentativa na categoria.No fim daquele ano Nigel Mansell acidentou-se no Japão e foi impedido de fechar a temporada, então Williams chamou Riccardo Patrese para seu lugar e Bernie Ecclestone botou Modena num Brabham para estrear na F1 no GP da Austrália. Como Ecclestone em seguida vendeu a equipe, Modena terminou indo para a não-competitiva Eurobrun. Quando a Brabham retornou em 1989 (com outro dono) Modena estava presente e conseguiu até um terceiro lugar em Mônaco. Mas a equipe gradualmente decaiu durante todo o ano de 1990.
Para a temporada de 1991, ainda muito bem cotado como piloto, foi contratado por Ken Tyrrell e em 1992 repassado à Jordan. Mas os motores Yamaha que equipavam esses carros foram uma decepção e Modena nunca pode figurar com destaque e ao fim daquele ano ele discretamente saiu da F1. Seu novo campo de atuação tornou-se a série alemã DTM e o International Touring Car Championship, pilotando para a Alfa Romeo, vencendo várias provas nas temporadas de 1994 e 95. Quando se retirou das competições, Modena tornou-se principal piloto de testes da fábrica de pneus Pirelli, e ainda mantendo sua condição de estrela no automobilismo.

*

12/5/1922, Francesco Salvadori nasce em Davercourt, UK.

Roy Salvadori estreou na Fórmula 1em 1953, competindo predominantemente em eventos extra-Campeonato antes de ser chamado para pilotar Coopers de fábrica, e, mais tarde, o Aston Martin DBR4 de motor dianteiro que só entrou em cena em 1959. Depois pilotou para a equipe Yeoman Credit, pela qual, também num Cooper, quase venceu o GP dos Estados Unidos de 1961. Ao fim de 1962 deixou a Fórmula 1 mas continuou correndo de carros esporte por mais um par de anos. Tornou-se um comerciante de carros, com sucesso, e se envolveu com a Fórmula 1 de novo, desta vez como chefe da equipe Cooper-Maserati em 1966-67, antes de se aposentar e ir morar em Mônaco.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s