Celebrações a parte…

Bem, mais uma vez quem marcou a pole no sábado também venceu o GP da Turquia no domingo, como já tinha previsto na quinta-feira. Está na hora da análise de vocês.

Levando somente em consideração os seguintes aspectos:

– Massa ganhou a corrida já na largada quando os dois finlandeses se tocaram;

– Kovalainen não parou por que quis (eita narração…) mas porque seu pneu sofreu um corte no toque com Räikkönen;

– Hamilton deu um belo show, mostrando claramente que não se pode descartar a McLaren antes da hora – e nem ele como aspirante ao título;

– O receio é que a BMW-Sauber já começa perder espaço pra McLaren;

– A tração do McLaren MP4/23 e a maciez do motor Mercedes são estoneantes. Quem resolver falar mal de pilotos como Nico Rosberg, Timo Glock e Nelsinho Piquet, assista ao VT da corrida de hoje;

– Falando do Nelsinho: Interessante de observar que o carro dele continua nervoso como era o do Alonso na Malásia e no Bahrein, mas o R28 do Alonso esta visivelmente mais equilibado;

– Depois de falar mal do Alonso durante o GP da Espanha, agora o trio global resolveu sequer mencionar o bicampeão…

Advertisements

27 Gedanken zu “Celebrações a parte…

  1. Mário,
    Será que os tais J-Dampers da Renault só estejam sendo utilizados pelo Alonso? O carro do Nelsinho realmente pareceu ser mais nervoso, mas talvez isso não possa ser um pouco de inexperiência em acertar o carro?

    Falar mal de Nico Rosberg eu acho um absurdo. Ele merece um carro de ponta e logo, mas honestamente, na minha opinião, não vi nada no Timo Glock até hoje que mostrasse ele ser um piloto merecedor da vaga da equipe onde está. Que todos lá na F-1 são, no mínimo, ótimos pilotos isso é fato, mas não vejo na dupla da Toyota nada de extraordinário.

    Você não acha que para o „bem“ da F-1 alguns pilotos deviam ser „forçados“ a se aposentar?
    Vou listar os que eu acho que deveriam sair.
    Coulthard, Webber, Rubinho, Fisichella e Trulli?

    e

    Eu ouvi a um tempo atrás o trio global falando sobre a possibilidade de que se o número de carros cair para 18, para completar o mínimo de carros que tem que estar no grid segundo as regras (20), algumas equipes poderiam colocar um terceiro carro na pista.
    O que você acharia da possibilidade das equipes maiores colocarem um terceiro carro? Tirando de lado, agora, a discussão sobre como seria/ficaria a classificação de pontos para a equipe/piloto no final da corrida. Eu acho que ficaria muito bom colocar mais uma Ferrari, Mclaren, BMW e pelo menos Renault também. Gostaria que voltássemos aos tempos de 24 pilotos no grid, embora o Bernie dê declarações falando que 20 é o número ideal.

    O que você acha disso tudo?
    Abraço

  2. Webber merecer a aposentadoria? Por quê? Só porque „meteu uma luneta“ no jungle boy?

    O Barrichello tem ritmo similar ao do Button, não concordo com sua aposentadoria. O Trulli te metido tempo no Sutil…

    Não concordo com os critérios do amigo.

    A ultrapassagem do Piquet Jr. sobre o Button foi plasticamente bonita, mas decididamente ele não é um piloto acima da média da F-1.

    Acho que nenhum piloto da temporada atual tem perdido do companheiro de forma mais „surrada“ que o Nelson, e penso que esse abismo de desempenho pode ser mitigado, mas não eliminado, porque além de inexperiente, o brasileiro simplesmente não é um piloto muito rápido.

    A F1 é uma máquina de moer carreiras e me pergunto se vi estréias piores que a do Piquet Jr… talvez Pedro Paulo Diniz… sendo bem cru, acho que até o Christian Fittipaldi foi muito superior ao Piquet Jr em sua estréia.

  3. massa foi ótimo. hamilton foi ótimo. kimi se deu mal porque largou muito atrás, onde geralmente dá muita confusão. quanto ao piquet, achei que ele fez umas ultrapassagens bonitas e tal, mas como pode largar na penúltima fila com um renault?! tá devendo muito, mas muito mesmo.

  4. Ainda bem que eu acompanhei a corrida pela Band News Fm. Narração sóbria e sem os erros crassos do trio global. O Kimi perdeu a corrida na largada quando Kovalainen deu aquela fechada acintosa nele, pois se isso não acontecesse ele estaria em 3º e com sua estratégia ganharia a corrida. Uma pena aquele erro do Piquet Jr na disputa com o Kovalainen, pois ali era a oportunidade de ele mostrar serviço, mas sua ultrapassagem no Button foi fantástica. Nelson tem que melhorar na classificação se quer almejar brigar por pontos. A ultrapassagem do Hamilton foi maravilhosa, e o Massa pelo menos dessa vez não tocou em ninguém na hora de ceder a posição. E voltando ao Heikki, esperava muito mais dele neste começo de temporada, sua largada foi ridícula.

  5. Nao sei os motivos do Nelsinho ter ficado tão mal posicionado…
    Nao sei e nem acredito que o Alonso exigiu um tratamento tão diferenciado a ponto de nao colocar as melhorias também no carro do Nelsinho, para que nao haja o conflito vivido por ele no ano passado… Até porque na Espanha o Nelsinho vinha andando perto do Alonso. E só, há apenas duas corridas que a Renault melhorou o desempenho, entao nao dá pra julgar ainda o desempenho do Nelsinho que particularmente acho muito mais arrojado que o Massa. Aliás Bauer qual sua opiniao sobre essa disparidade em particular nessa corrida entre o Nano e o Nelsinho? Deixando claro que obviamente o Alonso é mais piloto, aliás o melhor atualmente.

    A Mclaren ainda tem muito a evoluir e muito provavelmente vai deixar o carro no ponto para seus pilotos brigarem por ambos os titulos.
    Outra equipe que ainda tem muito pra evoluir é a Renault que parece ter se firmado como quarta escuderia, pelo menos com o Alonso, e parece que daqui a algumas corridas vai haver brigas do Nano com o Kubica…
    Aliás o Alonso dá um passeio no Nelsinho é absolutamente normal, gostaria que o Bauer também falasse sobre a disparidade do Kubica com relaçao ao Heidfeld…

    E com relaçao a narraçao, me deu nojo quando o galvão disse que era melhor pro massa o hamilton permanecer em segundo, e quando pensei que o Burti ia peitar o galvao, disse que era bom ter um pega do Hamilton com o Kimi pq talvez eles batessem… Aff… Galvao parece nao lembrar da ultima temporada, se a Mclaren se firmar talvez o segundo lugar do hamilton hoje na turquia seja um grande resultado „amanha“, mas ele deve ter consciencia de que pro Massa ser campeao só se o Kimi errar ou se os outros quebrarem…
    Além do que o trio acha que todos brasileiros torcem pro massa…
    Abraçoss

  6. E aew Gustavo blz?? ehehehe
    Enquanto o Alonso nao tiver carro o Kimi pode reinar 🙂
    ei cara sou do interior da Bahia, será que tem como eu ouvir a Bandnews FM?
    Me diz aew
    abraçosss

  7. Mario, até reconheço a tração e a maciez do motor Mercedes, porem quem está se dando bem nos setores de baixa onde a tração é fundamental é a Ferrari.

    Na classificação chega a quase 0,3s nesse setores.

    Hamilton fez uma corrida espetacular, estonteante, incrivel.

    Das 20 voltas mais rapidas, ele marcou 12.

    Kimi estava irreconhecivel , passou a limitada Renault de Alonso e impacou atrás de Kubica.

    O Nico , como disse titio Frank na coletiva de sexta, tem tido excelentes largadas. Esse tedesco tem futuro.

    Glock sabe combater , mas precisa aprender a classificar bem. Assim como Piquet. Ainda não encontraram um bom ritmo de prova.

    Mark Webber é um piloto injustiçado, o astraliano tem talento. Alias , todos na F1 tem o seu valor.

    Massa disse que depois do mau desempenho em Monaco e Montreal a equipe se pôs a estudar os problemas e encotrar soluções.

    Já na Hungria Raikkonen fez a melhor volta e ficou a poucos segundos de Hamilton.

    Teremos uma boa disputa. Mas estou louco de ansiedade para ver os carros escorregando sem TC.

  8. Se teve alguma coisa boa que esse Herman Tilke (acertei?) fez, foi esse circuito de Istambul. Ultrapassar tem sido um martírio, que piora a medida que crescem novas asas, aletas, orelhas, bigornas e outras bizarrices aerodinâmicas. Mas no domigo, finalmente vimos uma prova divertida, graças ao circuito.

    Muito boa a estratégia da McLaren. Os carros da Ferrari ainda são mais eficientes, mas a ousadia da equipe de Ron Dennis garantiu um bom pódio para o Hamilton (excelente atuação, sua melhor até aqui, eu diria) e garantiu um bom espetáculo na frente. Normalmente, quando existem disputas na pista, elas se limitam ao pelotão de trás.

    E lá trás mesmo, não faltaram disputas: Kovalainen, Glock, Piquet, Bourdais…

    Sobre o Nelsinho: tá complicado. Fez uma bela ultrapassagem sobre o Button, mas o feito foi ofuscado por um erro anterior na curva. Pelos seus resultados nas categorias de base, parece ser um bom piloto, ms definitivamente não se encontrou na Renault. O fato de dividir a equipe com o melhor piloto da atualidade não seria um fator de pressão, pelo contrário.

    Quanto ao Weber, sempre achei um piloto de treino, nunca o vi fazer nada de relevante em corridas. Mas nesta temporada tem tido uma constância surpreendente, não o descartaria. Poderia mantê-lo na Red Bull ao lado de uma jovem promessa (possivelmente o „verde“ Vettel), embora preferisse a promoção da dipla da Toro Rosso, incluindo o Bourdais. Acho o francês um piloto subestimado.

    Já o Rosberg, não tem muito o que comentar: tá carregando a equipe nas costas. Já o Glock, que mostrou muita raça e habilidade, vendendo caro a posição ao Kovalainen (com um carro bem superior, diga-se de passagem), precisa converter seu talento em resultados. Tá perdendo feio pro velho Trulli, que sempre consegue por o carro no Q3 e na zona de pontuação.

    O Mario tem razão, a BMW tá ficando… a equipe que acompanhou a Ferrari de perto na Malásia, levou mais de 20 segundos ontem. Deve ficar estabilizada como 3ª força; isso se a Renault não inventar uma solução que ponha Alonso na briga por um eventual pódio. Mas um Kubica vem demonstrando que é mais do que um piloto apenas rápido; ficar a frente de um piloto tão eficiente como o Heidfeld não é pra qualquer um.

    Quanto às sandices de Galvão e cia, tenho escutado a transmissão da CBN. Acho que a Band News não pega por aqui, mas ficou curioso pelos elogios que tenho visto pela internet.

    Vamos torcer para que Mônaco confirme a tendência de maior equilíbrio entre Ferrari e McLaren, ou até mesmo a BMW entrando na festa. Porque limitar a disputa só com Ferrari é dose…

  9. Apenas mais uma questão (não vou monopolizar o blog, prometo ;p):

    Alguém da BMW, não sei se foi o Theisen, colocou uma „pulga“ sobre a potência dos motores Ferrari; a equipe teria colocado un cavalos a mais em seus motores enquanto promovia alguns melhoramentos na confiabilidade. E teria justificando utilizando como exemplo a dificuldade de Heidfeld em ultrapassar o Fisichella na Espanha.

    Lembrando que os ajustes visando a última questão são permitidos pelo regulamento; aumento de potência, não.

    Na Turquia vimos como a Ferrari dava uma estilingada nas retas, tendo também as melhores velocidades no speed trap. A mescedes ficava logo atrás; já carros como o da Renault, tinham desempenhos sofríveis.

    Lanço a questão para o Mario: ouviu alguma coisa sobre esta suspeita levantada pela BMW? E sua análise sobre os melhores/piores motores atualmente?

  10. Meu problema com o Webber não é relacionado ao Pizzonia, que eu acho um piloto bem mediano. Só não vejo nele nada de especial. Ele pra mim, como o Gavião bem fala, é “leão de treino”. Não faz mais nada além disso. Sua presença na F-1 não altera em nada a vida de ninguém, por isso acho que ele deveria se aposentar.
    E
    Ontem ele andou falando reclamando sobre o cachorro que atropelou o Bruno Senna, hehehe, se referindo a Turquia como “este país ai”, como se fosse um país de décima categoria, falando que na Inglaterra isso nunca aconteceria. Deveria ele falar menos, correr mais e, de preferência, correr de carrinho de rolimã na casa dele na Austrália.
    Concordo com o Gustavo, pelo menos dessa vez, o Massa não jogou o carro em cima de alguém que o estava ultrapassando.
    Diego, da para ouvir a BandNews FM pela internet (http://www.bandnewsfm.com.br/)
    Tenho problemas para entender o Timo Glock, ele anda o tempo todo junto do Trulli e ai no treino final fica no final do grid e o Trulli lá pra frente. Esse realmente não sabe andar sobe pressão.
    O Hermann Tilke (acertei? 2) fez um ótimo trabalho no circuito de Istambull. Xangai também é muito boa, mas eu acho Malásia chatíssima. Bahrein é legal também. O grande problema é que estes circuitos são extremamente parecidos. Ele tem sérios problemas de imaginação para bolar traçados distintos.
    Eu tenho dois pés atrás com o Nelsinho por um motivo. Que ele tem talento isso é óbvio, mas ele nunca correu sem o apoio financeiro do pai por trás. Nunca correu sem ter o melhor equipamento disponível e, mesmo assim, nem sempre venceu. Vide primeiro ano na GP2 que foi desastroso. No segundo tomou um baile do Hamilton, só diminuiu a enorme diferença de pontos no campeonato no final por que o Hamilton já não estava mais preocupado com o campeonato. Pra mim será surpresa se ele conseguir ser algo de especial na F-1, mas tomara que seja. Bons pilotos são sempre bem-vindos.
    Vitor, que eu saiba, não existe nada no regulamento limitando aumento de potência dos motores, existe sim limite de desenvolvimentos em partes pré-determinadas. Mas se em alguma parte que pode ser alterada algo for mudado e gerar mais potência não tem problema. Eu acho, posso estar totalmente errado, ainda mais por ter conhecimento quase zero em mecânica.

  11. Mário,

    Resisti para não dar um copy paste do meu comentário da corrida passada aqui, afinal todos os insights confirmaram-se nesse fim de semana:

    O DILEMA DA TOSTINES CONTINUA: O que explica a inconstância do Kimi? Venceu de maneira segura na Espanha e perde de maneira categórica na Turquia. É rápido, agressivo, constante, Mas eu acho que ele perde o foco.

    No fundo Mário, o que eu estou vendo a cada corrida é que o Kimi é um BOM piloto, acima da média, mas muito longe de ser dominante como um Schumacher. Nunca restou a menor dúvida de que Michael era melhor que o Felipe, mas do Kimi sempre há essa dúvida pairando sobre o finçandês e agora mais do que nunca. Talvez ele guarde um décimo ou dois na manga de diferença para o Felipe, mas a diferença entre os dois é mínima, talvez explicada pela incapacidade que tem o Felipe de controlar os nervos, mas a diferença fica por aí. Nem o Felipe foi capaz de uma performance tão bisonha quanto a do Kimi na Austrália. O que eu espero é que o desafio entre os dois seja equilibrado até o fim da temporada.

    Eu acho que o Felipe definitivamente merece o nosso respeito e a gente tem que definitivamente deixar de ser condescendente com o Raikkonen, pôr na mesa os seus erros, suas atuações discretas e sem brilho e entender que talvez ele não seja nada disso e que se o Felipe acertar por exemplo no Canadá, o brasileiro pode ser real candidato ao título!

    – MASSA GANHOU A CORRIDA JÁ NA LARGADA…
    hummm..não sei Mário, a performance do Hamilton foi soberba e eu acho que o inglês era de qualquer maneira o adversário do Felipe nessa corrida. Eu acho que o que foi determinante, se vc me permite discordar, foi o fato do Lewis ter tido um problema de segurança com os pneus da Bridgestone na curva 8. Isso foi determinante pois como eu disse depois da corrida de Barcelona, apenas o Lewis é capaz de levar a McLaren ao extremo de performance para enfrentar a as BMWs e a Ferrari

    – KOVALAINEN NÃO PAROU POR QUE QUIS…:
    Uma pena para o Heikki que se recuperou rapidamente do acidente de Barcelona. Eu acho que ele acabaria na frente do Kimi nessa corrida. Nesse momento eu acho que ele precisa reagir pois pode se tornar oficialmente o segundo piloto da equipe na temporada por conta da distância que o Lewis vai abrindo dele no campeonato.

    – HAMILTON DEU UM BELO SHOW…: Acertou Mário!!! O Felipe venceu com autoridade, mas o inglês foi o “the SHOW man of the Day”, com a linda ultrapassagem no vencedor e guiando no LIMITE durante toda a corrida, inclusive com o seu desempenho no qualifying, que se torna mais admirável ao sabermos que em volta lançada os pneus DUROS (que ele calçava!) são de 2 a 3 décimos MAIS LENTOS que os macios. Se pensarmos que a McLaren de Lewis corria o risco de ter mais um PUNCTURE como o do ano passado só que em uma curva em que o top speed chega a 226 km/h, velocidade que produz uma G-FORCE de 4.5 durante 6 segundos, mas ao fim verificarmos que ele pilotou no limite durante toda a corrida, BRAVO é a palavra mais adequada qualificar o garoto.

    – O RECEIO É QUE A BMW-SAUBER JÁ COMEÇA PERDER ESPAÇO…: Eu fico com vc sobre o“poder de fogo” da Mclaren ser semelhante ao da Ferrari, Mário, apesar de a gente saber que a Mclaren carrega nas costas uma multa de 100 milhas de doletas e o congelamento no desenvolvimento de algumas áreas de seu carro além da perseguição política da Ferrari e de Max Mosley.

    O que espero nas próximas semanas, depois da performance do Lewis na Espanha e na Turquia é aparecer mais alguma notícia escabrosa na imprensa italiana contra a equipe de Ron e Lewis. É só “eles” notarem que a equipe se recuperou que eles voltarão a atacar novamente.

    – FALANDO DO NELSINHO: INTERESSANTE..: Ele é só desapontamento até agora, mas a grana do Slim vai garanti-lo até o final do ano por lá ao mínimo.

    – DEPOIS DE FALAR MAL DO ALONSO DURANTE O GP DA ESPANHA…: Eu acho que o Alonso fez uma corrida discreta, foi isso. O que eu havia sugerido após a Espanha era que a verdade da Renault só iria ser vista de verdade na Turquia e aí está a prova de que a equipe e o Alonso jogaram para a torcida e que aquele estouro de motor é suspeitíssimo de eles terem levado o carro ao limite da ruptura. Vamos esperar para ver o que eles fazem em Mônaco…

    Abraços, Mario

    (P.S.: Mário, uma sugestão: Por que vc não convida os leitores a escreverem artigos no seu blog? O leitor sugere o tema, vc dá um ok e espera o cara desenvolver. Depois e vc ler e aprova ou não a publicação. O que acha? Vejo que tem muita gente aqui que escreve bem e conhece automobilismo a ponto de produzir alguma artigo que possa ser debatido. Eu até já tenho o meu engatilhado! Rsrsrsrsrrs…. Abraços!

  12. Carlos Tupy, na Inglaterra jamais entrariam cachorros na pista, só padres esquisitões, hehehehe…

    Becken, o Kimi foi muito conservador na Turquia, mas não acho que tenha perdido o foco, pelo contrário. Note que ele fez a volta mais rápida da prova. Se não tivesse largado tão mal – e aí está sua grande desvantagem em relação ao Massa: as classificações – teria dado muito trabalho ao brasileiro. O problema foi ter ficado atrás do Kubica; poderia ter arriscado uma ultrapassagem, mas em um campeonato com esse sistema de pontuação ridículo (dois pontos separando o vencedor do segundo colocado é dose…), será que valeria mesmo correr o risco? Pode-se dizer que o finlandês correu pensando no campeonato. Coisa que o Massa pareceu finalmente ter aprendido na Espanha.

  13. Eu não considero Mark Webber um piloto de grande talento; talvez sim um „dentro da média“ na F1, o que não é pouco, afinal são os 20 cockpits mais importantes do automobilismo…
    Ele fez uma estréia brilhante, um quinto lugar com uma Minardi na Austrália sei lá que ano, mas desde então fez grandes classificações mas apenas um pódio, se bem me lembro. Tá certo que nunca teve um grande carro nas mãos, mas, por exemplo, Barrichello, com uma Stewart-Ford, conseguiu um segundo lugar em Mônaco, se aproveitando de uma condição especial daquela prova, a forte chuva numa pista de rua. O australiano só mostrou tal oportunismo na referida estréia, quando poucos carros terminaram a prova, e ele soube conservar carro e pneus e pode pontuar, na menor equipe do grid.
    Em 98 Webber era da Mercedes-Benz no Mundial FIA GT, correndo em dupla com o experiente Bernd Schneider; a outra dupla da equipe era Ricardo Zonta e Klaus Ludwig. A equipe dominou o campeonato, e o título entre as duplas foi disputado até quase o final, mas o que decidiu foi um erro do australiano em Dijon, quando rodou sozinho e não pode alcançar Zonta. Não sei se algo aconteceu no carro ou se ele apenas chegou no seu próprio limite.
    O único grande triunfo que sei na carreira dele foi a vitória no superdisputado Formula Ford Festival na Inglaterra, não sei que ano.
    Como bem notou o Tupy, o cara adora falar a respeito de tudo e de todos na F1. Sempre foi palpiteiro, lembro do cara dizendo o que pensava a respeito do que Schumacher iria fazer para o ano seguinte, isso duas ou três temporadas seguidas, quem o poderia substituir quando parasse etc – a imprensa pergunta, ele prontamente responde.
    Ele sabe explorar a mídia como ninguém: em Spa 2004 (se não me engano) ele fez caca na largada, se estranhou com alguém e perdeu a asa dianteira (mas não o bico do carro); quando chegou na subida da Eau Rouge (o Raidillon), é claro o carro não é que saiu de frente, saiu é pra cima, perdeu aderência e o controle de direção, e chapoletou-se na traseira do Sato.
    Pois bem, fui ler a declaração pós corrida, aquela que todos os pilotos fazem através do PR das equipes, e lá Webber descrevia o acontecido, finalizando com a seguinte pérola: „…and then Sato hit me“ – „e então Sato me atingiu“. Ora, me poupe dessa.

    Acho que o destino dele é não ser campeão da F1, mas sim ser um alto dirigente da FIA. Já é o mais falante da GPDA, está no caminho. Veremos.
    Aliás, acho um desperdício, numa categoria com tão poucos assentos disponíveis, a Red Bull com sua atual dupla de pilotos, dois que adoram falar o que pensam. Parece que ganham bem só pra isso.

    Amaral

  14. Perfeito Fdo Amaral, o Webber fala muito e faz pouco. Em uma volta ele é excelente, lembro dele fazer um 3º lugar no grid em Interlagos, não me lembro se em 2002 ou 2003 e depois fez besteira na corrida. E Diego Raphael, há sim um jeito de escutar a Band News, é só entrar no site deles que é bandnewsfm . com . br . Só que tem um delay entre a imagem da tv e o rádio.

  15. Hamilton foi obrigado a fazer 3 paradas por recomendação da Bridgestone.

    Ele é o piloto que tem um estilo fritador de pneu dianteiro. Aí na Turquia tem aquela tal cuva 8 de um monte de Gs durante varios segundos e o a Brigestone disse que apesar de ter resfrrçado pneu(blá blá blá tal e coisa pra não ficar mal na fita) o do Hamilton poderia ter probemas como ocorreu no estouro do direito dianteiro no ano passado.

  16. „O DILEMA DA TOSTINES CONTINUA: O que explica a inconstância do Kimi? Venceu de maneira segura na Espanha e perde de maneira categórica na Turquia. É rápido, agressivo, constante, Mas eu acho que ele perde o foco.

    No fundo Mário, o que eu estou vendo a cada corrida é que o Kimi é um BOM piloto, acima da média, mas muito longe de ser dominante como um Schumacher. Nunca restou a menor dúvida de que Michael era melhor que o Felipe, mas do Kimi sempre há essa dúvida pairando sobre o finçandês e agora mais do que nunca. “

    Na minha opinião, não há dilema algum.
    A única diferença da Ferrari de Schumacher pra Ferrari atual é que Schumacher era o número um. E fim de papo.
    Na Ferrari atual os dois podem duelar.
    Fosse Schumacher com o mesmo status de Rubens, por exemplo, as vitórias se dividiriam mais ou menos assim. Lógico, Rubens nunca superaria Schumacher. Mas se manteria mais perto. Ou já esqueceram que mesmo segundão ele superou Michael diversas vezes em 2002 e chegou a disputar o titulo em 2003? Isso sendo segundão..
    A Ferrari atual, sabe-se lá porquê, divide as atenções. Pro esporte é bom, muito bom. Mas pra equipe é muito ruim.
    Se Kimi fosse o primeiro piloto, teria vencido as ultimas quatro corridas, à lá Schumacher, simplesmente porque Massa teria que o escoltar bonzinho como Rubens faria. E estaria longe, longe no campeonato.
    Se Massa fosse o primeiro piloto, bem… isso nao aconteceria.

    Mas menção honrosa à Felipe que mostrou um real amadurecimento na Turquia, tanto na pista deixando Hamilton passar sem bater, quanto nas comemorações mais contidas. Gostei de ver.

    „- HAMILTON DEU UM BELO SHOW…: Acertou Mário!!! O Felipe venceu com autoridade, mas o inglês foi o “the SHOW man of the Day”, com a linda ultrapassagem no vencedor e guiando no LIMITE durante toda a corrida, inclusive com o seu desempenho no qualifying, que se torna mais admirável ao sabermos que em volta lançada os pneus DUROS (que ele calçava!) são de 2 a 3 décimos MAIS LENTOS que os macios. Se pensarmos que a McLaren de Lewis corria o risco de ter mais um PUNCTURE como o do ano passado só que em uma curva em que o top speed chega a 226 km/h, velocidade que produz uma G-FORCE de 4.5 durante 6 segundos, mas ao fim verificarmos que ele pilotou no limite durante toda a corrida, BRAVO é a palavra mais adequada qualificar o garoto.“

    Que show? O que ele fez foi se aproveitar que essa é uma das poucas pistas que a McLaren acompanhará a Ferrari. Ou já esqueceram que o entreeixos da Ferrari este ano é menor que o da McLaren?

    Lógico, o Cirilo andou bem, muito bem. Mas tava levando um coro de Kovalainen o fim de semana todo, este sim deu um belo show e daria um ótimo show não fosse seu azar. Seria Kova o novo Icefoot?

    E se a Bridgestone recomendou que ele fizesse TRES paradas com pneus DUROS é porque errado está ele, certo?
    VINTE E UM outros pilotos com pneus macios e duas paradas não podem estar errados.

    Meu saldo da corrida é:

    -Parabéns a Felipe, que mostrou grande amadurecimento
    -Pesares por Kovalainen, o Icefoot
    -Hamilton tem uma sorte desgraçada (e é rápido também, pra ajudar mais ainda)
    -Raikkonen fez a volta mais rapida e perdeu o segundo lugar em sua atrapalhada largada, ficando atrás de carros mais lentos
    -Alonso continua desperdiçando seu enorme talento nesse R28. Espero que ele tenha cabeça no lugar e continue na Renault ano que vem, pois se ele melhorou o R28, um carro que mal pontuava, a chegar num honroso sexto lugar, imagina o que ele nao fará com um carro totalmente novo, o R29?
    -Kubica é o Alonso do amanhã

  17. Aliás, esqueci do fim dos „stupid aguris“.. rs..
    São DEZENOVE os outros pilotos que correram com pneus macios/duros em apenas duas paradas. Até Kovalainen tinha uma tática assim. E venceria a corrida.
    Dezenove pilotos não podem estar errados.

  18. Parece-me muito precipitad julgar que o Heikki venceria a prova. Em outras provas que foi mais rápido que Lewis nos treinos, não teve o mesmo desempenho em long runs.

    Acho que só o colega e o Whitmarsh pensam assim… (nem o Kovalainen disse que acha que venceria…)

    Creio que o favorito mesmo era o Kimi, mas teria que ter largado melhor (muito embora Felipe tenha encaixado voltas muito constantes e rápidas a prova toda).

  19. Poxa Becken, Porque voce persegue tanto o Alonso?
    É claro que na Espanha houve jogada da equipe pra tentar colocar
    o ALonso na pole, mas nao reconhecer a evoluçao da Renault…
    Me poupe… É claro que a Renault nao está, ainda, a altura da Ferrari e Mclaren, mas já se encontra apenas atrás da Bmw e acho que durante o campeonato o Alonso vai brigar por podio… Compare a Renault de agora e a do começo do camp.. :/
    Ei gustavo, nao foi eu que disse que o Kimi tinha empacado atras do kubica naum eeheheh
    abraçosss

  20. Mario, vc citou que o carro do piquet estava mais nervoso, nao quero defender o desempenho sofrivel que ele vem tendo, mas nao acho que ele ficaria tao atras do alonso. Esse comportamento nervoso seria so uma questao de acerto? Dessa vez o Alonso nao o teria ajudado no acerto? ou o carro do alonso esta com componentes q o dele ainda nao tem?

    Diego, o Becken ama, antes de tudo, a Mclaren e o empreendendorismo do Dennis, que é realmente admiràvel.
    Agora o que eu percebi em muitos comentarios de muita gente que tambem admira o Dennis, sua equipe e o Lewis, do meio do ano pra cà sobre o Alonso, é que o caso de espionagem as abalou muito, principalmente as pessoas que acreditaram nas palavras do Dennis quando ele disse que era tudo mentira. Quando descobriram que o Alonso sabia dos dados e os utilizou para o desenvolvimento do carro, pra equipe, muita gente tenta acreditar que é ele o culpado por essa mancha na historia da equipe. „O Alonso devia ter sido suspenso do campeonato, bla, bla, bla o cara usou dados de espionagem“ Como se ele fosse o unico ou o elo principal desse caso.

    O espanhol teve ataque de prima-donna sim,e o Lewis tbm no caso Monaco-favorecimento, mas a questao dos emails foi pq o Dennis jogou duro com o contrato nao permitindo que o Alonso assinasse com BMW ( de certa forma, ainda bem, senao nao teriamos o show do Kubica do inicio do ano ou a cabeça seria a do heidfeld?). Nao foi de graça nem pra ter tratamento de primeiro piloto na equipe. Era do tipo „blz, vcs nao querem me apoiar do jeito que eu quero, aqui esta um inferno pra mim é melhor eu cair fora“, mas os caras nao quiseram libera-lo. Deu no que deu.

  21. Caio Juno, se nao me engano não havia vaga para o Alonso esse ano la na BMW… E se o Alonso estava descontente, ele tinha razao para isso, infelizmente acho que faltou um pouco de maturidade para lidar com o problemas, e também ter definido melhor seu contrato, pois hoje era pra ele ser Tri…
    Concordo com o Lucas quando diz que o Nano tem de ter cabeça e ficar na Renault…
    Agora me diz uma coisa Lucas, se o Kubica é o Alonso do amanha, quem é o Alonso?? 🙂
    abraçosss

  22. Alonso é o melhor piloto da atualidade.
    Pena que as vezes toma atitudes pouco inteligentes.
    Nao coincidencia, os dois sao amigos.

  23. Realmente vejo muita cordialidade entre eles, mas infelizmente nao sei até onde vai essa „amizade“…
    Li uma entrevista do Kubica em que ri muito, quando o indagavam sobre o desempenho do Alonso na Espanha e tal, e ele Respondeu que nao era advogado do Alonso, ri demais, é claro que isso nao significa que nao possam ser amigos… Estou apenas relatando este fato…

    Sim, Mario, nao sei se ja foi relatado, mas gostaria de saber porque o Hamilton frita tanto o pneu dianteiro, nao sei se foi nesse blog que vi que a bridgestone que tinha recomendado as tres paradas do Hamilton, já que frita muito o dianteiro esquerdo e corria o risco de acidentar-se, li algo desse tipo nao sei onde… hehehe
    abraçosss

  24. A trajetória de ambos é parecida em minha opiniao.

    2003 do Alonso equivale a 2006 de Kubica. Boas apresentaçoes e revelação do ano.

    2004 de Alonso é 2007 de Robert. Superados pelo companheiro de equipe devido a um carro que nao se adapta ao estilo de pilotagem.

    Só 2005 que nao bate com 2008.. rs.. Alonso campeao. Robert dificilmente será campeao esse ano.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s