Há 10 anos: Mika domina na Espanha

Mika Häkkinen foi completamente dominante durante todo o final de semana do GP da Espanha. O finlandês estabeleceu a tempo mais rápido em todas as sessões e venceu a corrida. David Coulthard foi a sombra de seu companheiro de equipe durante todo o tempo, mas ele descobriu que não poderia fazer nada para alcançar o ritmo de Häkkinen, enquanto Michael Schumacher terminou perto de um minuto atrás de Häkkinen em um dia em que os pneus Bridgestone da McLaren superaram os Goodyear da Ferrari.

Na classificação Hakkinen foi um segundo e meio mais rápido que Schumacher, com a dupla sendo separada por Coulthard que foi sete décimos mais lento que Hakkinen. Para confirmar a velocidade dos Bridgestones Giancarlo Fisichella foi o quarto mais rápido com sua Benetton, com seu companheiro de equipe Alexander Wurz em quinto, à frente de um decepcionante Eddie Irvine com a segunda Ferrari. Foi um dia ruim para Williams, com o campeão do mundo Jacques Villeneuve em 10º no grid e Heinz-Harald Frentzen 13º.

Na largada da prova as duas McLarens assumiram a ponta, mas Schumacher estava muito lento e foi para trás de Fisichella e um rápido Irvine. Hakkinen construiu uma liderança de 10 segundos em 10 voltas enquanto Coulthard foi capaz de manter uma distância clara de seis segundos para Irvine, que estava sob ataque de Fisichella. Michael Schumacher seguia a dupla.

Com a dificuldade de ultrapassagem as paradas nos boxes foram muito importantes e, assim que Irvine e Fisichella foram para suas paradas, Michael Schumacher fez seu trabalho impressionante usual e foi capaz de ficar à frente de ambos os rivais. Eles então colidiram na primeira curva e saíram da prova, promovendo Wurz para quarto e Barrichello para quinto, embora ele tivesse Villeneuve e Johnny Herbert (Sauber) o perseguindo.

Schumacher foi então punido com uma penalidade de 10 segundos (stop&go) por ter errado em prestar atenção no limite de velocidade no pitlane. Isso o derrubou para trás de Wurz, mas ele reconquistou o lugar durante a segunda parada nos boxes e terminou em terceiro. Wurz foi o quarto enquanto Barrichello conseguiu terminar à frente da batalha de Villeneuve-Herbert para dar à Stewart um resultado decente.

GP da Espanha de Fórmula 1 de 1998, Barcelona, Espanha.

Pole Position: Mika Häkkinen, McLaren MP4/13-Mercedes, 1m 20.262s, 212.065 km/h (131.799 mph) de média.

Resultado da corrida: Vencedor – Mika Häkkinen, McLaren MP4/13-Mercedes, 65 voltas x 4.728 km (2.938 milhas) = 307.320 km (191.000 milhas) distância total da corrida em 1h 33m 37.621s, 196.943 km/h (122.400 mph) de média.

2) David Coulthard, McLaren MP4/13-Mercedes, + 9.439s
3) Michael Schumacher, Ferrari F300 + 47.095s
4) Alex Wurz, Benetton B198-Playlife + 1m 02.538s
5) Rubens Barrichello, Stewart SF2-Ford + 1 volta
6) Jacques Villeneuve, Williams FW20-Mecachrome + 1 volta

Volta mais rápida: Mika Häkkinen, McLaren MP4/13-Mercedes, 1m 24.275s na volta 25 = 201.967 km/h (123.459 mph) de média.

Marcos entre as equipes, construtores e fornecedores:

– O 200º GP de Fórmula 1 da Bridgestone como fornecedora de pneus

– O 250º GP de Fórmula 1 da Texaco como fornecedora de lubrificante

Advertisements

6 Gedanken zu “Há 10 anos: Mika domina na Espanha

  1. Mario, ouvi dizer que seja possivel, depois do fim da super aguri, que seja permitido colocar um terceiro carro no grid. Isso procede?

  2. Esse carro da Stewart era muito bonito.

    Curioso o relacionamento da Bridgestone com a McLaren. Foi a primeira equipe a ser campeã com seus compostos; anos depois, Ron Dennis rompia com os japoneses alegando que estes beneficiavam a Ferrari, passando a usar a borracha da Michelin.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s