Invertendo o papel

Sem tempo, nem mesmo para a versão inglesa, vamos hoje inverter o quadro: Vocês fazem o resumo e eu dou palpite 🙂 Topam?

Só o seguinte:

– Button chegou em sexto com uma strategia de 29 voltas na segunda perna

– Mas Alonso tinha gasolina para 33 voltas na segunda perna quando quebrou

– Räikkönen humilhou DEPOIS da corrida: „Nem andei com tudo….“

– Aliás, o Keke Rosberg acredita que o Icean vai se aposentar no final do ano…

– Massa tinha 3 a 4 litros a menos = 1 a 2 quilos mais leve…

– Kubica andou junto, mas não chega em Hamilton

– E Williams, hein…? De marcha ré?

– Porque o Regi Leme começa a pegar no pé do Alonso logo agora…?

– Rubinho? Claustrofobia? Ou poruqe tudo sempre acontece nos boxes?

Divirtam-se 😀

Advertisements

30 Gedanken zu “Invertendo o papel

  1. Kimi só mostrou hoje que é o melhor piloto do grid. E por favor, não se aposenta Kimi, quero vê-lo tricampeão. O Massa perdeu a corrida no sábado, naquele erro bobo na flying lap. Mais um Hat trick para Kimi, se não me falha a memória foi o 5º ou 6º Hat Trick da carreira dele. E Mario, se Kimi se aposentar, quem entra no lugar dele? O Rubinho pra variar se deu mal. Apesar do finlandês voador ter economizado o motor no final, sua diferença para Kubica, o 4º foi de apenas 5 segundos.

  2. queria ver uma análise mais aprofundada do que foi a renault de alonso nesse fim de semana. massa parou duas voltas depois dele, no final da primeira perna. o que talvez mostre que não era só uma questão de carro mais leve. obviamente a renault está muito atrás da ferrari, parece que a melhora foi significativa. BMW e mclaren andaram no mesmo ritmo a corrida toda. não sei se o kubica tira leite de pedra ou se os novatos da mclaren não sabem tirar tudo dos prateados. talvez as duas coisas.

    também não entendi por que o reginaldo leme decidiu pegar no pé do alonso agora. vai ver o espanhol andou destratando-o nos bastidores.

    essa talvez tenha sido uma das piores transmissões da globo dos últimos tempos. um comentário pior do que o outro.

  3. Gostei da evolução da Renault. Alonso não se classificou tão leve, abasteceu apenas 2 voltas antes do Massa e conseguiu manter uma distância razoável para as Ferraris e se manteve tranquilo na frente do Hamilton. Não podemos esquecer que era a segunda corrida do seu motor e a quarta do câmbio. Uma boa evolução. Não sei se o Nelsinho é piloto para a F-1, a curva que ele saiu sozinho é estranho de explicar.
    A McLaren parece estar sentindo a falta de informações atualizadas da Ferrari, pois é visível que seu desempenho caiu muito. Será que o Hamilton só brilha com o auxílio do Alonso?
    Kimi demonstrou que é favorito absoluto ao título e o Massa o seu escudeiro, em alguns momentos me deu a impressão que o Massa tentava segurar o pelotão para o Kimi ter a sua corrida sem ameaças.
    No final do ano poderemos ter o Kimi Bi-Campeão e o Hamilton Bi-Vice-Campeão, é uma possibilidade real, mas acho que durante o ano o rendimento da McLaren piora consideravelmente e a BMW deverá fechar como a segunda força.
    Alguém tem mais informações do estado do Kova?
    Abraços a todos.

  4. Ué,cadê os fãs do Massa? Hoje não vão falar um monte? Tão se escondendo aonde…?

  5. Mario, as viúvas do Massa desaparecem a cada derrota dele pois notam que ele é um piloto talentoso e arrojado só que não tem nada fora do normal.

  6. Embora o Alonso afirme que se continuasse na pista, so conseguiria chegar em sexto, talvez o resultado fosse melhor, dependendo da constancia da Renault o podio talvez viesse… Ou o quarto lugar caso perdesse uma posiçao nos boxes, pois nao fora ameaçado por Hamilton em nenhum instante…

    Nao entendo como o Kimi se aposentará no fim do ano depois do Montezemolo ter afirmado nao ter interesse no Alonso para a proxima temporada junto com o finlandes… Ah nao ser que ele já saiba: Alonso vem, mas o Kimi se aposenta… Alias se a Renault progredir, o Nano não terá motivos para deixa-la, e o Montezemolo se arrependerá do que disse…

    Massa mais leve nao ameaçou o Raikonnen, sendo que este correu com o pé leve… Massa a cada dia se confirma com o segundo piloto da Ferrari… Aliás, Tomasi, acho cedo pra afirmar algo sobre o Nelsinho, mas vejo nele mais qualidade que no Massa…

    Kubica chegou, mas como o circuito nao tem bons pontos de ultrapassagem, so com muita superioridade da BMW o Polones conseguiria…

    Sobre o Reginaldo, até gostava dele porque por muitas vezes nas temporadas de 2005 e 2006 mantinha um ponto de vista diferente do Galvão, mas na temporada de 2007 sua torcida pelo Hamilton estava escancarada, mostrando-se bastante parcial… E sei que o Livio pode ser até seu amigo, mas penso o mesmo sobre ele com relaçao a torcida para o Hamilton, se der passa lá e olha um post cujo título é mais ou menos assim „Bela corrida de Hamilton“… Menos neh?! Como postei lá, achei mais interessante o progresso da Renault…
    Como nao pude assistir a toda corrida gostaria de saber o q o Leme falou do Alonso. Talvez ele esteja com receio de ver o Hamilton perder possiveis disputas com o Alonso, tambem nao vi o que aconteceu com o Rubinho… se puder esclarecer…

    Discordo do Gustavo quando diz ser o Kimi o melhor piloto do Grid, embora seja muito superior ao Massa, para desgosto de muitos „patriotas“…
    Mesmo o Alonso nao chegando na frente, ainda o considero o melhor…

    Abraços

  7. Ah… Bela foto… Do kimi na frente do Massa…
    Aew vc mata os torcedores do coraçao 😀

    Vlww, Mario!

  8. Eu penso que Kimi é o melhor do grid pois sabe a hora certa de acelerar e tem vitórias espetaculares. Tento puxar pela memória que é boa e só me lembro de uma atuação digna de um bicampeão mundial de Alonso. Foi no Gp de San Marino de 2005 em que ele tinha o maior piloto de todos os tempos, Michael Schumacher em colado sua caixa de câmbio. Do Kimi, eu lembro do Gp do Japão de 2005, em que o finlandês largou em 17º e ganhou a corrida ultrapassando Fisichella na última volta. Ultrapassou Alonso naquela situação com certa facilidade. A atuação no gp da França foi fantástica, ultrapassou Hamilton na largada e venceu a corrida na estratégia. A vitória na Malásia esse ano também foi fantástica pelo que ele fez antes da primeira parada nos boxes, como aconteceu hoje.

  9. Quem acompanhou todos os treinos livres viu o bravo Alonso brigando com o carro, escorregando de traseira e aquele estilo próprio de virar o volante embora menos acentuado por causa dos pneus Bridgestone é um espetáculo a parte, considerando os ultimos quatros gps da Espanha este foi digamos, mais alegre.
    Massa em situações desfavoráveis não fez, não faz e muito certamente não fará nada de surpriendente e ruma para um vice, mas tomara que a BMW e a Mclaren reajam para alegrar o campeonato.

  10. E nao tem ninguem reclamando que o ultimo pit do Kimi foi 2s mais lento que o do Massa.

    Em minha opiniao, Kimi é o mais rápido. Alonso, o melhor. Tomara que a evolução da Renault continue assim e Nano cale muitas bocas.

    O Kimi ja fez varias corridas de campeao, em especial em seu auge, entre 2003 e 2005.

    Cito:
    Australia 2003 (largou dos boxes, por um problema no limitador de velocidade chegou em 3º)
    Brasil 2003 (ganhou na tempestade em Interlagos mas perdeu no tapetao)
    Spa 2004 (ganhou depois de belas ultrapassagens, ofuscando o hepta de Miguel)
    Monaco 2005 (o show foi no qualifying duplo, com combustivel no tanque até a boca fez a pole e ganhou com pé nas costas)
    Suzuka 2005 (largou em 17º e ganhou, espetacular porém ultrapassando Alonso nos BOXES e nao na pista)

    Em 2006 nao fez nada que me empolgasse.

    Em 2007, memorável mesmo só Fuji que ele passou todo mundo naquele aguaceiro e foi 3º, depois de erro dele de largar com pneus intermediarios.

    Kimi será bicampeao com pé nas costas e nao vai se aposentar.

    Abraços

  11. mais um tópico: o que está acontecendo com o vettel?!!!!!!!! acho que a imprensa alemã acabou pressionando demais o jovem.

  12. Gustavo: Schumacher melhor de todos os tempos?
    Como vc tem memória boa deve lembrar que ele foi batido pelo Nano duas vezes, e dos que correm atualmente se lhe for dado um carro competitivo é o que tem mais chances de bater o schummi com relaçao ao numero de campeonatos…
    Pois bem, ainda sobre o Schummi, me diga uma coisa, quantas vezes ele foi campeao quando encontrou um bom rival pela frente??
    Foi vice para o Hill que nem era lá essas coisas, vice pro Mika, Vice pro Alonso… Só ganhou quando a Ferrari era infinitamente superior…
    Proponho o seguinte procure no youtube Alonso vs Schumacher e com ctza vai ter melhores memoria do Nano.
    Mario Bauer mais palpites… Nos julgue 🙂 E desculpe por estes assunto um tanto quanto impertinentes para o Tópico…
    abraçoss

  13. Foi a melhor corrida do ano em termos de atuação individual de mut]itos pilotos..

    Descontando os acidentes etc e
    talz teve muita gente andando muito bem…

    Kimi, Hamilton, Kubica,Alonso, Webber, Nakajima, Trulli. Fisico e mesmo Piquet que estava até um pouquinho na frente do Bourdais na hora do choque.As Aguri…Heidfeld se não fosse tungado pelo maldito regulamento etc…

    Agora, o Massa marcou oito. Podia marcar dez ou seis. O que ele não podia é não marcar nada. Não foi a melhor atuação dele no ano, Mas não foi a pior também, vai.

  14. Lucas, concordo com vc, Kimi o mais rápido e Alonso o mais completo – se é q isso significa o melhor.
    Mas eu discordo que o auge do Finn já foi. Eu penso que ele se arriscava demais naquela época, aquilo dele correr até o carro às vezes se desintegrar me fazia pensar em Jochen Rindt na Lotus, Gilles na Ferrari: sabemos no q deu.
    Felizmente o finn sobreviveu à própria audácia.
    E discordo q ele perdeu Brasil 2003 no tapetão: ele deu uma bela errada na entrada do Pinheirinho, entrou tão aberto que perdeu o impulso e Fisico o alcançou e o ultrapassou na saída da curva. Simples assim. Aí a corrida foi encerrada por força de uma circunstância. Acontece.
    Espero que ele não se aposente, ser tricampeão é muito mais significativo do q bicampeão na história da F1.
    abs

  15. Corrida em Barcelona é um saco. Esta pista poderia muito bem ser banida junto com Hungaroring…

    As grandes „emoções“ da corrida: a panca do Kovalainen (essas emoções eu dispenso) e ultrapassagens disputadíssimas entre carros „parelhos“: Heidfeld x Fisichella e Coulthard x Sato. Notem a dificuldade que estes pilotos tiveram pra ultrapassar neste circuito.

    O Hamilton fez uma prova boa sim, foi o melhor não-Ferrari. Nada espetacular, mas o que houve de espetacular nesta corrida fora o Alonso tirando leite de pedra? O garoto é rápido, mas terrivelmente incostante. Um Massa melhorado.

    Agora quem está me surpeendendo nesta temporada é a Toyota do Trulli e a constância do Mark Weber.

  16. Alguns pontos (opinião pessoal)…

    01 – Kimi é um dos melhores do grid, mas não é o melhor (não vamos confundir „torcer“ e ter „simpatia“ com „analisar“;

    02 – A F1 moderna tem alguns excelente pilotos, mas aparentemente, nenhum fora de série (como Schumacher). Talvez Alonso, Hamilton e Raikkonen até venham a ser considerados excepcionais um dia, mas ainda precisam provar algumas coisas (Kimi deve melhorar em classificações, Hamilton deve falhar menos em momentos decisivos e Alonso precisar parar de tumultuar o ambiente das equipes em que corre;

    03 – Kimi não é „muito melhor que Massa“ como alguns seus fãs dizem.

    04 – Massa não é „mais rápido“ que o Kimi como os brasileiros gostam de dizer;

    05 – Massa é ligeiramente superior nas classificações e Kimi, ligeiramente superior em ritmo de corrida. Um renda mais em long run, o outro em voltas lançadas. Mas no geral, tem ritmos semelhantes. Amiúde: qualquer um que diga que um dos dois „é muito melhor que o outro“ está demonstrando „torcer“ e não, „analisar“.

    06 – Para um campeonato longo, eu apostaria no Kimi, mas vide como restou comprovado no ano passado, mesmo ele sendo superior, ele não venceu de forma acachapante como fazia o Schumacher em relação aos seus companheiros de equipe.

    07 – De modo geral, ainda reputo Alonso como o piloto mais completo desta geração – a despeito de concordar com Montezemolo, que o asturiano tumultua o ambiente de equipe e sofre de um certo „mal de Villeneuve“ (lembrem como ele era cáustico e azedo).

  17. 03 – Kimi não é “muito melhor que Massa” como alguns seus fãs dizem.

    Até concordo. Acho que o Massa, em velocidade é quase tao rapido quanto o Kimi. Mas peca mais gravemente em constancia, entre outros. Mas a diferença nao é tao grande como alguns dizem, nem tao pequena quanto a globo tenta fazer. Kimi é razoavelmente melhor.

    04 – Massa não é “mais rápido” que o Kimi como os brasileiros gostam de dizer;

    Tambem concordo. Acho que Massa se sente bem largando da pole entao privilegia a classificação em detrimento da corrida. Massa é do tipo que acha que „golpes psicológicos“ funcionam. Funciona mesmo é uma boa estratégia, um bom ritmo.

    05 – Massa é ligeiramente superior nas classificações e Kimi, ligeiramente superior em ritmo de corrida. Um renda mais em long run, o outro em voltas lançadas. Mas no geral, tem ritmos semelhantes. Amiúde: qualquer um que diga que um dos dois “é muito melhor que o outro” está demonstrando “torcer” e não, “analisar”.

    Ainda acho que Kimi é superior em classificações, simplesmente porque ele faz o que dá com um carro acertado pra corrida. Ano passado Massa marcou 6 poles, Kimi venceu 6 corridas. E pra vencer corridas é preciso largar na frente, fazendo o melhor com um carro acertado mais para o race pace.

    06 – Para um campeonato longo, eu apostaria no Kimi, mas vide como restou comprovado no ano passado, mesmo ele sendo superior, ele não venceu de forma acachapante como fazia o Schumacher em relação aos seus companheiros de equipe.

    Eu apostei em Kimi em 2007, aposto em Kimi pra 2008 e 2009 e quantos anos mais ele ficar na Ferrari sem Alonso que em minha opiniao é o unico com experiencia e braço pra enfrentá-lo. A molecada (Vettel, Hamilton, Kubica) tem que comer muito arroz e feijao ainda e amadurecer.

    E Schumacher só acachapava seus companheiros porque era o numero um da equipe. Nao que nao fosse melhor que Rubinho, Irvine, Herbert, etc. Mas a diferença tambem nao era tão grande quanto parecia. Ouso dizer que se Rubinho, entre 2002 e 2004 tivesse as mesmas condiçoes que Schumi, ia ser mais ou menos o que Massa e Kimi são hoje.

    Gosto de um video no youtube que fala dos „recordes“ de Michael Schumacher. Em um determinado momento, diz-se „39 corridas sem problemas mecanicos, é um recorde tambem!“ logo em seguida, aparece imagens de Rubens nem largando, ou motor dele estourado, parando o carro no Brasil e escreve-se „engraçado, uma das Ferrari quebrou 8 vezes no mesmo periodo“.

    Nao acho que seja uma conspiração contra o Rubinho. Acho apenas que Schumacher humilhava os companheiros de equipe por ser o numero um e pronto, enquanto Kimi tem que se ajeitar com Massa com o mesmo status.

  18. O Schumacher realmente não era tão combativo, mas o que ele fez pra transformar a Ferrari na equipe que é hoje foi fora do normal. Ele se aposentou porque começou a errar, o que não era comum nele. Senna realmente foi um grande piloto, seus títulos dizem isso mas ele não é o meu ídolo. E Kimi é o melhor atualmente sim, com um carro muito inferior ao de Schumacher perdeu pro Schumacher por 2 pontos. Alonso só ganhou o campeonato pelo amortecedor de massa em 2006 e pelas quebras da Mclaren em 2005. Ano passado perdeu pro Hamilton…

  19. E Schumacher em 98 não ganhou do MIka porque o Coulthard bateu nele em uma corrida que tava ganha. Coulthard estava em 8º e freiou do nada pro schumacher bater. Em 99, o schumacher quebrou a perna. Pelo menos ajudou a equipe a vencer o campeonato de construtores. Em 2000, o Schumacher venceu o Hakkinen. Podem dizer que o Mika fez aquela sensacional ultrapassagem em Spa, mas foi em uma corrida só. Depois disso, nem Montoya, Coulthard e Kimi foram páreos para o alemão.

  20. Mário,

    RENAULT: a Renault ainda não provou que deu o verdadeiro passo adiante. Só na Turquia a “verdade verdadeira” aparecerá. Alonso parou três voltas antes do Massa e quatro antes do Kimi, se não houvesse o safety car nas quatro primeiras voltas ele teria parado cinco voltas antes do Kimi, talvez até mais, e só não foi atacado porque estava sob o controle de Hamilton e Kubica.

    O Alonso não tem problemas de motor desde 2006 pela própria Renault e esse “rompimento” foi excessivamente estranho, como se a equipe tivesse elevado o desempenho do motor conseqüentemente o seu “stress” do afim de o Alonso dar o espetáculo que ele deu para a sua torcida lá na Espanha e aqui também.

    Sou conservador quanto a isso e espero até a Turquia para ver como a Renault estará de verdade. Se confirmado esse passo da Renault, será um dos maiores avanços que uma equipe já fez na história da Formula 1, algo muito raro. De qualquer maneira esperemos até a Turquia.

    SOBRE O “REGI LEME” PEGAR NO PÉ DO ALONSO: Talvez seja para compensar o GAGÁ pegando no pé do Hamilton em toda corrida, o que é verdadeiramente insuportável. Ao menos o Reginaldo Leme não distorce os fatos para que a sua opinião prevaleça como por exemplo fez o Galvão ao afirmar que em Sepang o Heikki andou “foi melhor que o Lewis” desconsiderando que a McLaren destruiu a corrida do inglês.

    KUBICA e HAMILTON: Ultrapassou o Robert na largada e o manteve durante toda a corrida sob um ritmo constante e consistente. Pressionou o Felipe no último stint chegando a 1s e 4 do Kimi. O que mais?

    Apenas me deixou a impressão de que é ele quem extrai o melhor da McLaren. Quando ele teve a corrida arruinada em Sepang e quando ele mesmo arruinou a sua no Bahrein ficou para o Heikki a tarefa de salvar a equipe e o finlandês não correspondeu, fazendo corridas certinhas, mas burocráticas. Ok, ele é novo, está em sua quarta corrida pela equipe e tem potencial, mas o “Homem McLaren” é o Hamilton.

    KIMI: O que explica a inconstância do Kimi? Em uma corrida ele simplesmente destrói o Massa (SEPANG), em outra o Massa o deixa de verdade para trás, (BAHREIN [apesar de ele dizer que teve infecção no ouvido..!])

    Aí ficamos com o velho dilema da Tostines: ou o Felipe é um bom piloto só que tão inconstante quanto o Kimi, só que com 1 ou 2 décimos a menos na manga, e as críticas são excessivas, ou o Kimi de vez em quando perde o foco, algo que acaba por me fazer duvidar do enorme talento que penso ele ainda ter.

    A sua imprevisibilidade depõe contra ele. Quando ele estava na McLaren a culpa era do carro, ponto para ele. Quando ele foi para a Ferrari a culpa foi dos pneus, ponto para ele de novo. E agora, de quem é a culpa? Quando definitivamente o Kimi porá o Massa no lugar dele, de segundo piloto?

    Como tem acontecido, na Turquia fatalmente o Felipe voltará a forma e as dúvidas pairarão sob a cabeça de todo mundo de novo.

    Aí eu me lembro da corrida no Brasil em 2007: ah, se não fosse o Felipe…

    Abração!

  21. Mário.

    Tem duas coisas que não me entravam na cabeça. Uma era essa do Rubens optar por sair da Ferrari. Aí você esclareceu que o que consta nos bastidores é outra coisa. Aí sim dá para entender a história, porque ela não fazia o menor sentido.

    A outra é essa do Brasil 2007. Está certo que a lei que proíbe o jogo de equipe foi feita em especial para o Schumacher. Mas a lei devia ser valida para todo mundo. Puseram até fiscal na Mclaren para garantir a igualdade. Na Ferrari o jogo de equipe me pareceu claro, concorda?

    Mas ninguém falou nada. Não entendi porque. Existe uma historia diferente nos bastidores que a gente não ficou sabendo?

    PS. O favorecimento a Ferrari e o apoio a Molsey dado pelo Todt são coisas que não surprendem.

  22. Gustavo deixa de paixão… 🙂
    Alonso perdeu pro hamilton??
    Terminou o campeonato com os mesmos numeros de pontos, sem falar que o Espanhol fora preterido por diversas vezes dentro da equipe …

    Schumacher é o unico piloto que nao pode falar reclamar de deslealdade, lembra nao ele tentando e quebrando o Hill?
    E quando deixou o carro estacionado em Monaco, ja contra o Alonso?? E nao fale que o Alonso parou o carro na frente do Hamilton, pq ali o Nano queria fazer justiça com as proprias maos…
    E as corridas que o Rubinho deu pra ele??
    Enfim, talvez seja melhor pararmos por aqui, pq vc fã do Schummi e eu daquele que o bateu por duas vezes…
    abraçosss

  23. Diego, respeito sua opinião mas não concordo. E não sou fã do Schumacher, sou fã do Kimi. E esse espaço é para debater opiniões, como fizemos agora, sem palavras de baixo calão, apenas opiniões divergentes.

    Um abraço

  24. „RENAULT: a Renault ainda não provou que deu o verdadeiro passo adiante. Só na Turquia a “verdade verdadeira” aparecerá. Alonso parou três voltas antes do Massa e quatro antes do Kimi, se não houvesse o safety car nas quatro primeiras voltas ele teria parado cinco voltas antes do Kimi, talvez até mais, e só não foi atacado porque estava sob o controle de Hamilton e Kubica.“

    Discordo. Voce esquece que o Safety Car andou na pista para todos. Alonso pararia tres voltas antes do Massa e quatro antes do Kimi nao importa se o Safety Car ficasse 20 voltas por ali. Todos economizaram. Só perde em tempo neste caso quem tá com o carro leve e precisa tentar abrir vantagem, como é o caso do próprio Alonso.

    „O Alonso não tem problemas de motor desde 2006 pela própria Renault e esse “rompimento” foi excessivamente estranho, como se a equipe tivesse elevado o desempenho do motor conseqüentemente o seu “stress” do afim de o Alonso dar o espetáculo que ele deu para a sua torcida lá na Espanha e aqui também.“

    Aí eu concordo, pois fiquei com a mesma impressão. A McLaren fazia muito disso em Nurburgring, entre 2003 e 2005.

    „SOBRE O “REGI LEME” PEGAR NO PÉ DO ALONSO: Talvez seja para compensar o GAGÁ pegando no pé do Hamilton em toda corrida, o que é verdadeiramente insuportável. Ao menos o Reginaldo Leme não distorce os fatos para que a sua opinião prevaleça como por exemplo fez o Galvão ao afirmar que em Sepang o Heikki andou “foi melhor que o Lewis” desconsiderando que a McLaren destruiu a corrida do inglês.“

    Acho chato o Galvao pegar no pé do Lewis. Acho chato o ufanismo com os brasileiros. Mas o pior é aguentar o Galvao puxando o saco do Kubica. Sabem porque ele puxa saco do Kubica? Porque em 2002, ou 2003, nao me lembro, o filhinho dele Popó foi correr de F-Renault na Italia. O companheiro de equipe de Popó era ninguem menos que Robert Kubica, que destruiu Popó e este voltou de rabo entre as pernas pra correr de Stock. Por ter humilhado seu filho, Galvao entao concluiu que Kubica só pode ser a reencarnação de Ayrton Senna. Nao que Kubica nao seja bom, mas nao precisa do puxa saco Gagá.

    E o Reginaldo tambem podia se aposentar, só fala bobagem. Quem salva lá, e bem mais ou menos, é o Burti.

    „KUBICA e HAMILTON: Ultrapassou o Robert na largada e o manteve durante toda a corrida sob um ritmo constante e consistente. Pressionou o Felipe no último stint chegando a 1s e 4 do Kimi. O que mais?“

    Nada demais. Passou Kubica na largada(o BMW larga muito mal), Alonso nos boxes, fez uma corrida decente. Fim. Com o segundo melhor carro, nada mais que sua obrigação chegar em 3°.

    „Apenas me deixou a impressão de que é ele quem extrai o melhor da McLaren. Quando ele teve a corrida arruinada em Sepang e quando ele mesmo arruinou a sua no Bahrein ficou para o Heikki a tarefa de salvar a equipe e o finlandês não correspondeu, fazendo corridas certinhas, mas burocráticas. Ok, ele é novo, está em sua quarta corrida pela equipe e tem potencial, mas o “Homem McLaren” é o Hamilton.“

    Nada mais óbvio que o McLaren Boy é Lewis Hamilton. Mas acho que Kovalainen é bem mais agressivo do que pareceu. No Bahrein dividiu as primeiras curvas com Kimi Raikkonen de forma extremamente agressiva. E ainda acho que chegava, no minimo, em 4° em Barcelona. O Beavis só precisa de tempo pra maturar seu estilo.

    „KIMI: O que explica a inconstância do Kimi? Em uma corrida ele simplesmente destrói o Massa (SEPANG), em outra o Massa o deixa de verdade para trás, (BAHREIN [apesar de ele dizer que teve infecção no ouvido..!])“

    Nao chamaria SEPANG de destruição. Por mais que eu nao goste do Massa, acredito que o carro dele quebrou simplesmente porque a traseira escapou muito de repente e na camera onboard nao se ouviu nenhum barulho de motor cheio, com rodas patinando e tal. Alguma coisa quebrou, entortou, sei lá. Até porque ele tava perdendo muito tempo por volta pro Kimi. Alguma coisa errada com o carro tava. Nao, nao gosto do Massa e acho que o Kimi é mais piloto. Porém, a gente tem que olhar com imparcialidade, o Massa nao anda tao mal como pareceu em Sepang. Pode até ter sido erro dele naquela curva, mas o carro tava estranho.

    „Aí ficamos com o velho dilema da Tostines: ou o Felipe é um bom piloto só que tão inconstante quanto o Kimi, só que com 1 ou 2 décimos a menos na manga, e as críticas são excessivas, ou o Kimi de vez em quando perde o foco, algo que acaba por me fazer duvidar do enorme talento que penso ele ainda ter.“

    Nem tao ao céu, nem tao à terra. É simplesmente assim: Kimi é mais piloto. Acerta o carro pra corrida. Ponto. Como a Ferrari dá condiçoes EXATAMENTE iguais aos dois pilotos, creio eu que dividirao as vitórias numa proporçao de 2:1 a favor de Kimi.

    „A sua imprevisibilidade depõe contra ele. Quando ele estava na McLaren a culpa era do carro, ponto para ele. Quando ele foi para a Ferrari a culpa foi dos pneus, ponto para ele de novo. E agora, de quem é a culpa? Quando definitivamente o Kimi porá o Massa no lugar dele, de segundo piloto?“

    Nao é imprevisibilidade. Este ano ele tá andando bem. É lider do campeonato com folga. Que outro jeito melhor de colocar Massa como segundo piloto?

    „Como tem acontecido, na Turquia fatalmente o Felipe voltará a forma e as dúvidas pairarão sob a cabeça de todo mundo de novo.“

    Duvidas? Que duvidas? Felipe precisa vencer 5 corridas e Raikkonen tem que ser segundo em todas pra Felipe assumir a liderança do campeonato. E quais as duvidas?

    Só vejo certezas: Felipe é um piloto bom, mas nao é campeao.
    Kimi é um piloto ótimo, campeão e caminha à seu segundo titulo em passos largos, administrando os resultados como um GRANDE piloto.

    „Aí eu me lembro da corrida no Brasil em 2007: ah, se não fosse o Felipe…“

    Eu até acho que o Felipe anda bem demais no Brasil, e o Kimi anda mal. Mas nao havia porque as duas Ferrari se estapearem na pista, entao nada mais justo que o Felipe deixar o Kimi passar.
    Mas tambem acho que se Kimi dependesse de passar o Felipe em pista pra vencer o titulo de 2007, ele passava nem que fosse voando.

    Abraços

  25. Concordo com quase tudo que o Lucas colocou no texto acima. Embora admita torcer (ou gostar) para o Kimi, mostrousem dúvida, conseguir separar o torcer do analisar. Também acho que Massa não tem estofo de campeão – o que nem de longe significa ser lento. No meu modo de ver, ele é um dos melhores em voltas lançadas e largando da pole, é um adversário combativo. Peca nas corridas em que larga mais atrás, e também, não nos esqueçamos, na chuva.
    Discordo, no entanto, no que tange ao Schumacher, quando o amigo diz que ele só „acachapava“ seus companheiros por ser o número 01. Desde a Benneton ele fazia assim. Jamais foi incomodado (como Alonso foi por Trulli em 2004, já que em 2003 o italiano mais quebrou que andou, ou o Kimi pelo Montoya na Mclaren, que embora fosse superior ao colombiano, vez por outra – mais ou menos 2:1 – tomava uns passeios do „colômbia“) por qualquer companheiro. O que chegou mais perto foi o Piquet, que estava indo embora, e o tedesco estava chegando. Se eu não me engano, em treinos oficiais foi 4×1 para o alemão, mas as diferenças eram pequenas e nos pontos, o brasileiro venceu-o.
    Logo, penso que não há dilema: não é uma questão de ser n.º 01 (aliás, ninguém até hoje soube explicar o que é ser número 01 em uma equipe grande, afinal nas pequenas sabemos que o piloto com a primazia recebe as novidades antes etc – vide Alonso e Tarso Marques, nas palavras do Tarso), por força de contrato, e sim de superioridade. A F1 moderna vive uma fase muito boa onde não há supremacias absurdas – veja-se que 08, ás vezes 09 pilotos têm terminado na mesma volta. Pesquisem as diferenças nos anos 90 e 80). Fazendo um paralelo com o Tenis, a F-1 vive um período similar com os anos 90 (início) do tenis, onde tinhámos, Edberg, Becker, Stich, Agassi, Sampras, todos se equivalendo…
    O tempo do Schumacher seria o equivalente do tenis moderno, com Federer massacrando oponentes e vez por outra, o vice vence (Nadal, na F1 seria talvez o Mika).
    Mas, essa é apenas uma opinião e nada mais. Excelente o nível deste blog. Parabéns.

  26. „Discordo, no entanto, no que tange ao Schumacher, quando o amigo diz que ele só “acachapava” seus companheiros por ser o número 01. Desde a Benneton ele fazia assim. Jamais foi incomodado (como Alonso foi por Trulli em 2004, já que em 2003 o italiano mais quebrou que andou, ou o Kimi pelo Montoya na Mclaren, que embora fosse superior ao colombiano, vez por outra – mais ou menos 2:1 – tomava uns passeios do “colômbia” “

    Eu devo discordar, de novo. Rs..
    Quem foi companheiro de equipe de Schumacher na Benetton? Só piloto indo embora, entre 91 e 93, com Piquet, Brundle e Patrese. Sem garra, sem arrojo. Era obrigação de Schumi bater neles.
    Entre 94 e 95, pilotos de „altíssimo“ calibre como Herbert, Lehto e Verstappen. Em minha opiniao, são, digamos, os Liuzzi, Speed e Davidson da época. Outra vez, era obrigação de Schumi bater nesses caras.

    Na Benetton e na Ferrari, ele sempre foi o numero um, sempre foi o piloto ao qual todas as atençoes estavam focadas e o qual o carro era sempre projetado para. Isso é fato. Nao que nao merecesse, apenas tira seu mérito, em minha opiniao.

    Ele nunca aceitou um piloto rapido e arrojado como companheiro de equipe. Nunca quis Kimi Raikkonen sob o mesmo teto COM O MESMO STATUS. Kimi só foi pra Ferrari depois que o alemao (e o status de numero um) se mandaram. E Kimi nunca reclamou de ter de dividir atençoes com o Massa.

    Jarno Trulli, ao contrario do que muita gente pensa, é um bom piloto. Prova disso sao os anos que ele passa ganhando bons salários e fazendo trabalhos decentes, sempre em equipes boas como Jordan em sua boa época, Renault e Toyota. Ganhou brilhantemente em Monaco, 2004.

    O mesmo é Juan Pablo Montoya. Em minha opiniao ele é muito melhor do que parece. Tem talento de campeao mundial. Só deu azar de cair na equipe de Ron Dennis e ser infernizado até se mandar.

    Kimi e Fernando superaram companheiros ferrenhos como Trulli, Montoya e Fisichella.
    Schumacher nunca dividiu equipe com um piloto no mesmo status. Entao, em minha opiniao, fica desmerecido.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s