Há 10 anos: Coulthard domina as Ferraris

Torcendo por uma repetição de mais um show de Michael Schumacher como o na Argentina, os tifosi se decepcionaram no Autódromo Enzo & Dino Ferrari assim que perceberam que, a menos que as McLaren quebrassem, desta vez a Ferrari não tinha chance de vencer.


David Coulthard estava na pole position para o dia da corrida, quase meio segundo a frente de Mika Häkkinen, que foi forçado a tirar o pé em sua volta mais rápida quando Giancarlo Fisichella espalhou sua Benetton. As Ferraris dividiram a segunda fila com Schumacher a frente de Eddie Irvine enquanto Alexander Wurz fez um bom trabalho para a Benetton colocando seu carro a frente da Williams de Jacques Villeneuve na terceira fila.

Na largada da corrida as duas McLarens saíram bem como de costume e Coulthard devidamente tomou a liderança de Häkkinen. Schumacher era o terceiro, mas se viu sob ataque de Villeneuve que fez uma largada rápida e agressiva. A classificação promissora de Wurz foi arruinada em segundos conforme ele sofreu um problema na caixa de câmbio assim que ele acelerou e se viu golpeado de trás pela Jordan de Damon Hill. Isto criou problemas atrás deles e a equipe Stewart destruiu a si mesma conforme Jan Magnussen bateu na traseira de Rubens Barrichello.

Coulthard começou a construir uma vantagem e ficou rapidamente claro que Häkkinen não poderia acompanhá-lo. Depois de 17 voltas o finlandês se retirou com um problema na caixa de câmbio, deixando Coulthard com uma boa margem a frente da Ferrari de Schumacher. Coulthard, Schumacher e o terceiro colocado Villeneuve todos abasteceram ao mesmo tempo, mas Eddie Irvine ficou para uma volta extra e foi capaz de ficar a frente de Villeneuve após o seu abastecimento.

Jean Alesi também se deu bem ao conquistar a quinta posição a frente de Heinz-Harald Frentzen. A ordem permaneceu inalterada nos segundos abastecimentos e Coulthard foi capaz de estabelecer uma vantagem de 20 segundos sobre Schumacher, com Irvine meio minuto atrás dele. Villeneuve e Frentzen terminaram em quarto e quinto pela Williams, enquanto Alesi terminou em sexto pela Sauber Petronas.

GP de San Marino de Fórmula 1 de 1998, Ímola, Itália.

Pole Position: David Coulthard, McLaren MP4/13-Mercedes, 1m 25.973s, 206,437 km/h (128,301 mph) de média.

Resultado final: Vencedor – David Coulthard, McLaren MP4/13-Mercedes, 62 voltas x 4,930 km (3,064 milhas) = 305,660 km (189,969 milhas) total de distância da corrida em 1h 34m 24.593s, 194,255 km/h (120,730 mph) de média.

2) Michael Schumacher, Ferrari F300 + 4,554s
3) Eddie Irvine, Ferrari F300 + 51,775s
4) Jacques Villeneuve, Williams FW20-Mecachrome + 54,590s
5) Heinz-Harald Frentzen, Williams FW20-Mecachrome + 1m 17,476s
6) Jean Alesi, Sauber C17 + 1 volta

Fastest Lap: Michael Schumacher, Ferrari F300, 1m 29.345s na volta 48 = 198,646 km/h (123,459 mph) de média.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s