Há 25 anos: Prost domina em casa

Pela primeira vez o GP da França no circuito de Paul Ricard em Le Castellet foi realizado na primavera ao contrário da tradicional data de verão.


Após a sessão de treinos de sexta-feira o Alfa Romeo de Andrea de Cesaris foi detectado com uma falha no extintor de incêndio e foi conseqüentemente desqualificado. A administração da equipe apontou Gerard Ducarouge como responsável e prontamente o retirou da equipe. Isto foi um grande erro e este excelente engenheiro foi rapidamente agarrado pela Lotus. Dentro de seis semanas ele ajudaria a colocar o Lotus 94T à pista e deste modo forneceu ao time em queda um grande empurrão moral.

A Renault foi capaz de assumir total vantagem do teste extensivo que eles tiveram no circuito. Como resultado Prost facilmente assegurou a pole com o seu companheiro de equipe Eddie Cheever ao seu lado na primeira fila. O dia da corrida começou sob um céu cinza e na presença de um forte vento Mediterrâneo assim que se tornou aparente que todos os procedimentos foram sendo realizados de alguma forma em condições frias.

Quando as luzes verdes apareceram Prost fez uma excelente largada que pareceu ainda mais impressionante quando comparada à desengonçada derrapagem de Cheever. Patrese pulou para o segundo lugar enquanto Piquet, começando em sexto ficou entre Arnoux e a mureta dos boxes para conquistar o quarto lugar atrás da rápida recuperação de Cheever. As posições 1-2 das Renaults permaneceram até a volta 18 quando Piquet avançou a frente de Cheever, mas seria impossível alcançar Prost sem algum tipo de milagre. Então foram Prost, Piquet e Cheever que subiram ao pódio no final.

GP da França de Fórmula 1 de 1983, Paul Ricard, Le Castellet

Pole Position: Alain Prost, Renault RE40, 1m 36.672s, 216,360 km/h (134,469 mph) de média.

Resultado da Prova: Vencedor – Alain Prost, Renault RE40, 54 voltas x 5.810 = 313,740 km (194,990 milhas) distância total da prova em 1h 34m 13.913s, 199,767 km/h (124,156 mph) de média.

2) Nelson Piquet Brabham BT52 + 29.720s
3) Eddie Cheever Renault RE40 + 40.232s
4) Patrick Tambay Ferrari 126C2B + 1m 06.880s
5) Keke Rosberg Williams FW08C + 1 volta
6) Jacques Laffite Williams FW08C + 1 volta

Volta mais rápida: Alain Prost, Renault RE40, 1m 42.695s na volta 34 = 203,671 km/h (126,555 mph) de média.

Marcos entre os pilotos:

– 50º GP de F-1 de Eddie Cheever.

– Estréia de Jean-Louis Schlesser em um GP de F-1.

Advertisements

3 Gedanken zu “Há 25 anos: Prost domina em casa

  1. Mário,

    Como um grande projetista como Gerard Ducarouge pode fazer fazer um carro tão ruim como a Lotus de 1988?

  2. Ah, Marlon…Cada boato que rola por ai…O q o Ducarouge faz hoje em dia? Sei que depois desse fracasso a carreira dele acabou…

  3. O que teve de melhor nesta corrida foi a briga por ultrapassagem de Keke e De Angelis no início da corrida, mas sempre gostei de Dijon-Prenois em relação a Paul Ricard, e gostaria muito de achar uma corrida na íntegra de F1 em Clermont Ferrand.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s