Feliz aniversário, Sir Jack

Jack Brabham, 2005 Nascido em 2 de abril de 1926 em Hurtsville, perto de Sydney, Austrália, o tricampeão mundial de Formula 1 Jack Brabham iniciou a sua carreira no automobilismo como construtor de carros de corrida e se tornou piloto por mero acaso. Hoje Sir Jack faz 82 anos.


John Arthur Brabham teve como seu projeto de graduação em engenharia mecânica um carro de corrida da categoria midget para o piloto Johnny Schonberg. Foi só quando este americano-australiano largou as corridas e que „Jack“ decidiu tentar correr nos ovais de terra. Não demorou e Brabham já vencia corridas e ganhava destaque nas corridas locais de midgets. Foi nesta época que conheceu Ron Tauranac, um jovem engenheiro com vontade de trabalhar em corridas de carro.

Jack Brabham, Cooper-Bristol 1955

Competindo na Nova Zelândia com um Cooper-Bristol, Jack ao volante, a dupla teve sucesso contra pilotos estrangeiros em 1955, e decidiram que valia a pena tentar na Inglaterra. Jack foi trabalhar na Cooper Car Company em Surbiton,Surrey, sem receber nada. Ao invés de salário, John Cooper deixou o jovem australiano construir um carro para competir na Formula 2. Vendo sua competência, a equipe o inscreveu também em provas de carros esporte.

Para o GP de Mônaco em 1957 Brabham inscreveu seu Cooper F2, equipado com um motor aumentado para 2.2 litros especialmente para essa prova. Mas depois de uma pancada nos treinos teve que emprestar um chassi de Rob Walker, no qual instalou seu motor; estava em terceiro quando, a 3 voltas do fim, seu motor abriu o bico. Conseguiu salvar um sexto lugar empurrando seu carro até a linha de chegada. Desenvolvendo o carro junto com Cooper, e agora com um motor maior, conseguiu suas primeiras vitórias na F1 em provas extra-oficiais, seguidas por vitórias nos GPs de Mônaco e Inglaterra, o que lhe deu a liderança no campeonato mundial, que viria a vencer.

Jack Brabham, Cooper, Reims 1959

Ele repetiu o feito em 1960, mas o domínio dos pequenos e ágeis Cooper terminou com as novas regras adotadas em 1961. Brabham e Tauranac pensaram em tentar eles mesmos e se juntaram para estabelecer a Motor Racing Developments Ltd. Jack começou a temporada de 1962 com uma Lotus e em julho finalmente o Brabham BT3 Formula 1estava pronto para estrear no GP da Alemanha. Enquanto a MRD estava ocupada construindo carros para toda sorte de campeonatos, não foi até 1964 que a nova marca conseguiu uma vitória na F1: Dan Gurney deu a primeira vitória num Mundial para Brabham, no GP da França disputado em Rouen naquele ano.

Jack Brabham teve de esperar até 1966 para vencer um GP ao volante de um carro com seu nome, já então usando um motor chamado Repco, feito na Austrália e baseado no Oldsmobile V8, bloco de alumínio. A combinação foi um grande sucesso e permitiu a Jack vencer seu terceiro título mundial de pilotos e o primeiro de construtores para a equipe.

1967_wahreliebe.jpg

Em 1967 a marca venceu de novo os dois títulos, mas com Denny Hulme como campeão desta vez. A chegada do motor Cosworth DFV em 1968 desbancou os Repco e para 69 Brabham juntou-se aos clientes Cosworth e venceu algumas provas.

Depois de concorrer ao título da temporada de 1970 Jack anunciou sua aposentadoria aos 44 anos de idade. Foi um retiro total pois também vendeu sua parte na companhia para Tauranac e retornou à Austrália. Ele só manteve sua parte na John Judd Engine Developments Ltd, originalmente conhecida como jack Brabham Conversions. Mais tarde Tauranac vendeu a equipe de F1 para Bernie Ecclestone e mais dois títulos de pilotos foram vencidos por Nelson Piquet, antes do time ser novamente vendido e depois fechar as portas em 1992.

Jack Brabham, Brabham Indycar 1970

Jack Brabham participou de 126 GPs, dos quais venceu 14, marcou 13 pole positions e 10 voltas mais rápidas. Também largou em cinco edições das 500 Milhas de Indianápolis. Não só foi tricampeão de Formula 1, como em 1966 foi honrado com a Ordem do Império Britânico por seus serviços ao esporte a motor, e em 1979, foi agraciado com o título de cavaleiro – Sir Jack Brabham. O nome Brabham permaneceu vivo no automobilismo com seus filhos Geoff, Gary e David fazendo carreira no esporte. Só David chegou à F1,em 1990, mas sem muito sucesso.

Advertisements

5 Gedanken zu “Feliz aniversário, Sir Jack

  1. Ei, o Gary Brabham „correu“ com a Life em 1990, enquanto que o David tomou parte na MRD/Brabham em 1990 e na Simtek em 1994.

  2. As estatísticas consideram participação em GPs enquanto à largadas. É verdade que o Gary tentou passar pela pré-classificação com o Life em algumas ocasiões. Já que nem mesmo isto foi possível, logo desisitiu e abandonou a tropa. Nunca largou em um GP de F1.

    Enquanto ao David, está certo com coloquei: Chegou à F1 em 1990. Não está?

  3. Muito legal essa retrospectiva do Jack Brabham. Uma figura pra lá de histórica, com o sensacional Cooper, e ainda por cima inventou o f1 de dois lugares! Brincadeira, brincadeirinha,

    Acho que essa foto dele com o Hulme é em Nurburgring naquele tempo em que o circuito tinha uns 22km de comprimento, ai se o carro quebrasse o cara tinha que fazer uma São Silvestre pra chegar no box, não é isso?

  4. Hehe… eu sei que o Gary Brabham não chegou a participar „oficialmente“, por isso mesmo coloquei o verbo correr entre aspas.
    Quando ao David, de acordo.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s