TV brasileira – melhores momentos

CQC Durante o Esporte Espetacular a TV Globo estreou um „quadro“ – meio estranho – no qual os comentaristas de Formula 1 Reginaldo Leme e Luciano Burti formaram um mini-painel e atribuíram pontuação quanto as performances de pilotos no GP da Malásia. E não gostei, principalmente do que ouvi em primeiro instante.


Como primeira reação o Reginaldo Leme naquele quadrou acusou a Ferrari de “enrolar” o pitstop do Massa, atrasando-o o suficiente (seis décimos) para dar a liderança ao Kimi Räikkönen. ”Bobagem” falei na privacidade da minha sala, me opondo ao meu colega de muitos GPs mundo afora. Será que ninguém enxerga que não tem como um piloto bom – mas nada de excepcional – como o Felipe Massa botar meio segundo em uma volta de classificação em cima de um Kimi Räikkönen – ainda mais quando este está equipado com o mesmo carro – ou cerca de um segundo em cima de um Lewis Hamilton??? É claro que estava com menos combustível. Nem o Regi, nem o Luciano são leigos a ponto de ignorar isto.

Ontem à noite durante o seu comentário no Jornal Nacional o Reginaldo revidou a sua colocação. E a minha suspeita é que ele pôde ali finalmente falar no que ele (e a maioria dos entendidos) REALMENTE acredita: Massa simplesmente não soube usar a vantagem de largar na frente com um carro mais leve, foi atropelado por Räikkönen nas voltas anteriores à sua parada, sequer conseguiu acompanhar o ritmo do finlandês em seguida e, por final, jogou valiosos oito pontos fora em troca de… NADA.

Luciano Burti & Reginaldo Leme

Mas porque o Räikkönen foi tão superior, mesmo quando tinha um carro mais pesado? Porque é o melhor dos dois pilotos? Sem duvida. Mas só isto? Não. Não se esqueçam do Chris Dyer, engenheiro do Kimi. Este é o legítimo sucessor do Ross Brawn. Inteligente enquanto as estratégias e sábio em termos de set-up. Ninguém na Ferrari fala nisto, pois não querem que a concorrência entenda muito do que acontece por lá. É claro. No meu ponto de vista os pneus traseiros do Massa estavam com blistering, o que explicaria a rodada. Ou seja, até no acerto a dupla Kimi/Chris é melhor…

Mas enquanto a esta mudança de atitude? Será que deu reviravolta na Globo? Será que vão desencanar e parar de disfarçar espeto de churrasco de gato como se fosse rodízio de picanha??? Será que de agora em frente vão poder chamar um piloto errático e medíocre disto mesmo? Ah, acho que não chega a tanto. O Luís Roberto já voltou ao velho trote no Jornal da Globo, sugerindo no seu comentário que em 2007 também foi assim. Foi mesmo? Não, seu Luís Roberto, não foi nada disto em 2007 ! Mas que fiquei feliz que o Regi teve a oportunidade de reverter o quadro e preservar a percepção do publico enquanto à competência dele, ah, isto fiquei sim.

CQC - Custe o Que Custar

Deixando a Formula 1 de lado:

Estranharam a imagem lá no alto? Pois é, queria comunicar a boa notícia: Chegou entretenimento de qualidade ao Brasil. Nesta segunda-feira foi ao ar a segunda edição do programa CQC – Custe o Que Custar da Band. Já a primeira edição convenceu e a segunda edição confirmou: Nem mesmo no Brasil programa humorístico precisa ser brega e apelar pra baixaria. Já virei fã do Rafinha Bastos com o seu quadro PROTESTE JÁ – bem mais divertido que o nome sugere – desmascarando a incompetência de assessorias de imprensa. Adorei! Mal consigo esperar até ele procurar a Ford…

Advertisements

17 Gedanken zu “TV brasileira – melhores momentos

  1. Eu continuo dizendo, que fora as F75, q na verdade eram Willis a Ford é de „Fordê“, nunca vi carros para gostarem tanto de ferrugem!!! E quem não se lembra daquela história do Fiesta que entrava água e a Ford não queria arruma/indenizar! Brigava na justiça o escambau!!!
    O Reginaldo, acho q mais por culpa da RB, tem me decepcionado muito. Já foi melhor, seus comentários são dúbios e suas opiniões parecem ser em acordo com as do GB para poderem fazer aquele joguinho, de briga de marido-e-mulher.

  2. O Luis Roberto disse ontem no Jornal da Globo que Massa não havia pontuado nas duas primeiras provas do ano passado. No que ele enganou-se redondamente. Em 2007 Massa chegou em sexto na Austrália e quinto na Malásia. Falta de memória, preguiça de pesquisar ou vender gato por picanha?

  3. Pois é. Se o comentário tivesse sido feito por um finlandês, ele provávelmente diria: „Está igual à 2007: Kimi venceu uma das duas primeiras, Massa nada. E no final Massa teve que ajudar o Kimi a vencer o Mundial.“

    Vou com o finlandês então, pois desconfio que vão quebrar a „churrascaria“ todinha quando descobrirem que só deu espeto de gato de novo… 😀

  4. Caramba,nao sabia que existia CQC aí.O CQC é daqui da Espanha(Caiga Quien Caiga) e é assim,igualzinho na foto.Inclusive o quadro que vc citou também tem aqui,o Proteste Já.Nao sei se é tao bom quanto o daqui,pelo que vc falou parece que sim..Aqui é unânime.

  5. Olá, Mário,

    Ok, eu entendo a proteção ao Massa. Vale uns pontinhos na audiência tentando deixar o público „C“ grudadinho ali, vendo comercial de cerveja enquanto ele roda. Ok, eu entendo.

    Agora o mistério é a „perseguição implacável“ do Galvão contra o Hamilton. Virou ma daquelas obsessões dele que quem assiste tem que aguentar durante toda a transmissão! O inglês teve problemas no pit stop e o Galvão dispara: „O melhor foi o Kovalainen pôr 8 segundo no Hamilton. Quer dizer, o cara pirou na batatinha e distorce o sentido inteiro da corrida!!!

    Eu acho que o Galvão Bueno hoje é um dos piores males à Formula 1 no Brasil. Eu até entendo que o público no geral, o telespectador, pode ser mal informado, afinal não há espaço na grade o suficiente!

    Mas a Formula 1 é um esporte em que a informação é preponderante para se chegar a qualquer conclusão. Não informar o suficiente é compreensivel, mas distorcer é de uma má intenção terrível.

    Abraços!

  6. Concordo com a Priscilla, o CQC da Espanha é muito divertido e inteligente. Infelizmente não tenho como assistir ao daqui, por causa da faculdade. Mas qnd estava lá, adorava assistir ao programa.
    Será que a Globo cansou do Massa, seria uma boa. Talvez a globo tenha sentido que esse é o último ano dele na Ferrari, pois tirando o Nicolas Todt, não sobra muito nessa carreira.

  7. Mario, uma pequena correção (sei que seu alemão é melhor que seu português): não é a primeira vez que você usa „enquanto“ no lugar de „quanto“, o que não cabe sob qualquer hipótese.

    A frase correta do primeiro parágrafo seria „atribuíram pontuação quanto às performances de pilotos“ (com crase).

    Abração (espero que você não se incomode com esse reparo).

  8. O CQC já é o melhor programa da TV brasileira. O Proteste Já e a matéria de ontem no zoológico foram antológicas. Finalmente algo para ver na TV aberta brasileira.

  9. Agradeço pelo „puxãozinho de orelha“ (aposto que isto também está errado… :), pois realmente não me dava conta disto. Uns dias atrás a minha namorada finalmente me chamou atenção a algo semelhante e ela demorou pra finalmente fazer o comentário. Mas é bom, só assim a gente aprende.

    Então: Obrigado pela atenção, Marcus. Já corrigido no texto

    Abraço

  10. Mário, é a primeira vez que escrevo aqui, mas leio há um bom tempo. Seu blog é simplesmente fantástico com informações que não encontro em lugar nenhum. Está muuuiito à frente de outros.

    Apenas ratifico e retifico suas palavras. O Massa jogou fora „08“ valiosos pontos.

    Acho também que o Regi e o Luciano entendem muito mais de fórmula 1 do que deixam transparecer na tv, onde suas opiniões, creio eu, nem sempre são 100% sinceras.

    Você é do meio e deve saber a política da RG com seus empregados quando destoam da „filosofia“ da empresa.

    Abraços

  11. Caraca, você tem razão, Luis Carlos. Quem sou eu de falar dos erros dos outros? Dois fins de semana em claro, enchendo algum site de matérias em alemão e… nem de português conciso, nem de um calculo coerente sou mais capaz… :p

    Já corrigido, obrigado por indicar o erro.

  12. Mario…

    oq a Galvão e a corja deles querem falando de F1 como se fosse para crianças? não tem criança nenhuma acordada as 4 da manha, e mto menos „leigo“ pq só quem realmente gosta de F1 assista a um GP as 4 da manha…

    poderiam se aprofundar mais nos comentários…

    Qto a Burti, no meu entendimento ele tá lá por 2 motivos: 1º Reginaldo Leme vai se aposentar e a globo precisa de outro para colocar no lugar, e 2º, é para ele trasncrever as conversas do rádio. só isso…

    Massa jogou fora o campeonato. uma pena para a Ferrari. Pq para ele, não tem nada de pena não, ele errou, e vai pagar por isso.

    Uma pena eu não entender „patavinhas“ de alemão, senão estaria acompanhando os teus coments lá 🙂

    Grande Abraço!

  13. Oi Mario,

    acho que posso completar o seu raciocínio que de que dupla Kimi/Chris é melhor: acredito que eles se preocupam em acertar o carro para a corrida, sendo que o kimi consegue manter um ritmo forte e constante por várias voltas. Por outro lado, acho que o Massa acerta o carro para fazer a pole. Isso funcionava quando se tinha um treino que era realmente classificatório(formato antigo) com o warmup no domingo pela manhã.
    Hoje, o piloto que age dessa forma está fadado à ter um desempenho ruim na corrida. O que me levou a esse conclusão foi Silverstone/2007: o Hamilton treinou e levou a pole, so que na corrida não conseguiu manter o ritmo, ou seja, no caso dele erro de principiante. Agora no caso do Massa, realmente não sei. Parabéns pelo blog!

    []s

  14. A Globo tinha que colocar o Sergio Maurício do Sportv no lugar do pedante Galvão Bueno. Ele faz uma transmissão muito melhor, quando erra admite e é bastante sóbrio nas colocações e não é ufanista. Você não concorda Mario? Inclusive, concordo plenamente com o seu comentário sobre o Massa e sobre a dupla Chris/Räikkönen. Eu sou torcedor fanático do Kimi, tenho que admitir, desde 2005 em que ele só não foi campeão pelas quebras do carro. E ele ganhou o campeonato do ano passado sendo excepcional em corrida, não tão fantástico assim em treino. O Felipe é um piloto talentoso, mas nada mais. Só está na Ferrari porque teve a sorte de ter Nicolas Todt como „manager“ como ele gosta de falar.

  15. „No meu ponto de vista os pneus traseiros do Massa estavam com blistering, o que explicaria a rodada“.

    vc poderia explicar isso para um leigo?

    obrigado.

  16. André, certamente já ouviu falar do „macarrãozinho“, efeito que „enrola“ partes da superfície do pneu por excesso de derrapagem. Pois bem, desde o sumiço do contrôle de tração/freio motor o superaquecimento da borracha voltou ao plano, ou seja, o pneu aquece por baixo da superfície e cria bolhas. Estas bolhas obviamente diminuem a área de aderência e comprometem seriamente o nível de aderência. Epor final as bolhas podem estourar e arruinar por completo o pneu.

  17. As noites de segunda já não são as mesmas. O ótimo Custe o que Custar, CQC, exibido pela Bandeirantes, toda segunda às dez da noite, nos faz acreditar que a mesmice pode ser quebrada. E muito bem quebrada. Capitaneados pelo versátil Marcelo Tas, a equipe de atores, repórteres e humoristas produzem jornalismo responsável (Proteste Já), e de qualidade. Tudo isso com muita irreverência. O programa surgiu na década de 80 na Argentina, e é franqueado no mundo todo. Bom, torço para que nosso CQC complete no mínimo dez anos no ar, e continue fazendo as perguntas que todos querem fazer.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s