Há 40 anos: A ultima vitória de Jim Clark

Jim Clark, Lotus 49T-Cosworth 2.5 V8

A temporada de 1968 começou bem para Jim Clark. Depois de vencer o GP da África do Sul de Formula 1, o escocês embarcou ainda no domingo em um vôo para a Austrália, já que era líder na Tasman Series, um campeonato disputado em pistas na Austrália e Nova Zelândia com carros semelhantes aos F1, mas com motores 2.5. Em Melbourne disputaria a penúltima das seis etapas visando conquistar a sua 4ª vitória do atual campeonato.


Melbourne se encontrava em um período de extrema seca há meses e o calor no circuito de Sandown Park correspondia no dia da corrida à temperaturas dignas de um forno. Na largada Jack Brabham jogou fora a vantagem da pole position e Jim Clark assumiu a liderança à frente de Chris Amon. Mas o tricampeão mundial logo se recuperou da mancada e já estava chegando em Amon e Clark quando seu motor fundiu e acabou com o show do australiano.

Com o herói do publico fora da corrida, a briga entre Jim Clark e Chris Amon virou atração principal. O neozelandês estava desesperado para vencer esta etapa, pois só assim preservaria as suas chances ao titulo. Mas Clark andava no limite o tempo todo, mesmo tomando todo o cuidado para não se atrapalhar com os retardatários que a dupla enfrentava. Amon por sua parte preocupava-se em não perder o vácuo da Lotus do líder da prova.

Jim Clark, Lotus 49T-Cosworth 2.5 V8

Na volta 39 Clark passou pelo retardatário Piers Courage ainda antes dos esses, Amon não conseguiu acompanhar e o escocês conseguiu abrir uma pequena vantagem. Mas em somente quatro voltas Amon conseguiu alcançar Clark e começou a brigar com tudo que tinha pela liderança. Nas ultimas voltas Amon colocou a sua Ferrari duas vezes ao lado da Lotus na entrada da reta principal, mas seu V6 não era páreo para o poderoso V8 da Cosworth.

Clark venceu a corrida após 55 voltas de batalha intensa com Amon e elogiou bastante o seu desafiante. O elevado ritmo da corrida destes dois deixou pra trás o 3º colocado, o inglês Graham Hill só levou a bandeirada um minuto depois. E partindo com 42 pontos na tabela contra os 36 de Amon para a ultima etapa do campeonato, Clark conquistou uma boa vantagem sobre o seu único adversário na decisão do titulo na etapa final.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s