sexta-feira,

Graham Hill, Matra MS670, Le Mans 1972

15 de fevereiro – Vencendo as 24 Horas de Le Mans em 1972, dividindo uma Matra com o francês Henri Pescarolo, Graham Hill completou o prestigioso Triple Crown do automobilismo. O piloto britânico já tinha vencido nas 500 Milhas de Indianápolis em 1966 e o Grande Premio de Mônaco (1963, 1964, 1965, 1968 e 1969). A interpretação o que exatamente representa a dita coroa tríplice varia, já que não é um titulo oficial. Há quem considera as vitórias em Indy e Le Mans junto com a conquista do Mundial de Formula 1 a realização deste feito. De uma forma ou de outra, somente o Graham Hill, que faria 79 anos hoje, conquistou o Triple Crown, já que também foi campeão mundial em 1962 e 1968.

*

Graham Hill, 1975 15/2/1929, nasce Norman Graham Hill em Hampstead na Inglaterra.

Trabalhando como mecânico no meio automobilístico, Graham Hill foi uma presença cativante desde jovem e isto lhe rendeu oportunidades de pilotagem. Convenceu e chegou a conquistar vagas nas equipes Cooper e Lotus no final dos anos 50. Quando Colin Chapman adentrou a Formula 1 com a Lotus em 1958, Hill já era um dos seus pilotos. Seu talento juntado à sua forma de se apresentar o tornou, além de campeão mundial com a BRM em 1962, um dos personagens mais queridos da Inglaterra. Seis anos depois, já com 40 anos de idade, foi Graham que levantou a equipe Lotus chocada e desmoralizada pela trágica perda de Jim Clark em abril de 1968 e a levou ao titulo, a segunda conquista do piloto. No ano seguinte sofreu um grave acidente no GP dos EUA em Watkins Glen. Ele bateu forte, devido à um pneu furado, e foi lançado de sua Lotus 49B, quebrando as duas pernas. Temores que a sua carreira tinha terminado não se confirmaram, espantando os médicos com a sua rápida recuperação. Já no GP da África do Sul de 1970 estava de volta ao cockpit, marcando um ponto. Sem ofertas das grandes equipes, resolveu montar a sua própria equipe de F1, a Embassy Hill. Ele continuou pilotando até 1975, só então decidiu retirar-se como piloto e assumir o comando para cuidar do seu jovem e talentoso piloto Tony Brise. Estava com grandes expectativas para a temporada, quando sofreu um acidente fatal com o seu bimotor particular. A arriscada tentativa de aterrissagem em denso nevoeiro matou todos a bordo, inclusive Brise e três outros membros da equipe.

Nasceu: 15 de fevereiro de 1929 em Hampstead na Inglaterra.
Faleceu: 29 de novembro de 1975 em Arkley na Inglaterra aos 46 anos.

*

Alex Wurz, 2007 15/2/1974, nasce Alexander Wurz em Waidhofen na Áustria.

Filho de Franz Wurz, campeão múltiplo de Rallycross, Alex não foi nenhum destaque nas categorias de acesso e não chamou muita atenção, até subir no pódio em Le Mans junto aos colegas Davy Jones e Manuel Reuter como vencedor das 24 Horas de 1996, entrando para a historia do clássico como o vencedor mais jovem da historia. A partir do GP do Canadá de 1997 substituiu Gerhard Berger na Benetton e alguns 4º lugares ajudaram a assegurar a vaga para 1998. O conjunto Wurz/Benetton não apresentou resultados e no final de 2000 perdeu a vaga. Em vez de aceitar ofertas de equipes menores, investiu ao se juntar à McLaren como piloto de testes e reserva. Demorou além do esperado, mas a oportunidade de pilotar um carro de ponta veio no GP de San Marino de 2005, já que Juan Pablo Montoya estava com um ombro machucado, e finalmente subiu ao pódio conquistando o 3º lugar. Isto chamou a atenção da Williams, que o contratou como piloto de testes, mas com a opção de promovê-lo à titular na temporada seguinte. Após seis longos anos como piloto de testes, voltou ao grid como companheiro de Nico Rosberg em 2007. Mas a temporada não foi boa, salvo alguns bons resultados singulares e ainda para a etapa final no Brasil foi substituído por Kazuki Nakajima. Ele voltou ao seu emprego de piloto de testes e trabalha agora pela Honda F1.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s