Sábado

Barbara Upton & Tom Wheatcroft

2 de fevereiro – Hoje seria o 60º aniversário de Roger Williamson e um bom momento de lembrar a homenagem prestada pelo dono do circuito de Donington Park, Tom Wheatcroft, que encomendou uma estatua de bronze do artista plástico escocês David Annand e apresentou à obra ao público na presença da irmã de Williamson, Barbara Upton. Isto foi há cinco anos no museu Donington Grand Prix Collection, mas Wheatcroft, patrocinador do jovem piloto inglês desde a F3, continua absolutamente convencido que Roger Williamson era um talento extraordinário e que sem duvida alguma teria um dia conquistado o Mundial de Pilotos.

*

Tony Shelly 2007 2/2/1937, nasce Tony Shelly em Wellington na Nova Zelândia.

Piloto bem sucedido em sua terra natal, o neozelandês se mudou para a Europa em 1962 para competir em algumas provas de F1 não validas para o mundial e se mostrou competitivo. Na única participação em um GP de F1 sofreu quebra do equipamento após somente seis voltas. Ele desistiu do seu sonho e mudou para o Havaí onde era dono de uma revendedora.

Nasceu: 2 de fevereiro de 1937 em Wellington na Nova Zelândia.
Faleceu: 4 de outubro de 1998 em Taupo na Nova Zelândia aos 61 anos.

*

Roger Williamson, 1973 2/2/1948, nasce Roger Williamson em Ashby-de-la-Zouch na Inglaterra.

Patrocinado pelo empresário Tom Wheatcroft, Williamson estreou na Formula 1 após a conquista do titulo na F3 inglesa em 1972 e um inicio de temporada promissor no Europeu de F2 em 1973, vencendo a etapa de Monza. Mas a sua corrida ao volante de um March 731 oficial no GP da Inglaterra em Silverstone só durou uma volta, quando se viu envolvido em uma colisão em massa. Para compensar pôde participar da próxima etapa também, o GP da Holanda em Zandvoort, corrida onde perdeu a vida de forma trágica. A cena de David Purley em desespero tentando tirar o amigo das chamas do carro virado é uma das cenas mais chocantes na minha memória.

Nasceu: 2 de fevereiro de 1948 em Ashby-de-la-Zouch na Inglaterra.
Faleceu: 29 de julho de 1973, circuito de Zandvoort na Holanda.

*

Who is who 28/1/1909, morre Enrico Platè.

Piloto decente, mas nenhum talento de grande formato, Enrico Platè participava em GPs pré e pós-guerra antes de se tornar um dos chefes de equipe mais reconhecidos no cenário dos Grande Prêmios. A sua equipe tinha forte ligação com a Maserati e assessorava pilotos notáveis como o Príncipe „Bira“, Harry Schell, Toulo de Graffenried e até o grande Tazio Nuvolari, cedendo um carro para que esta lenda italiana pudesse conquistar a sua ultima vitória no GP da França de 1946 em Albi. Platè morreu em um trágico acidente durante o GP da Argentina de 1954, quando o piloto Jorge Daponte perdeu o controle de sua Maserati A6GCM e invadiu a área de sinalização, onde Platè preparava o placar para o seu piloto, o Príncipe “Bira”.

Nasceu: 28 de janeiro de 1909 em Milão na Itália.
Faleceu: 2 de fevereiro de 1954 em Buenos Aires na Argentina aos 45 anos.

Advertisements

2 Gedanken zu “Sábado

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s