2ª-feira,

Howden Ganley, Iso-Marlboro FX3B-Ford, 1973

28 de janeiro –
Exatos 35 anos atrás, quando o Frank estava tão longe de ser Sir Frank como seus carros da ponta de um GP, a equipe Iso-Marlboro comemorava a sua estréia no Mundial de Formula 1. Na foto acima aparece o FX3B que esteou no GP da Argentina de 1973 e só correu em mais duas etapas antes de ser substituído pelo Iso-Marlboro IR. Sabe o porquê?

*

Juan-Manuel Bordeu 28/1/1934, nasce Juan-Manuel Bordeu em Balcarce, na Argentina.
Apoiado pelo próprio Juan Manuel Fangio, Bordeu conquistava vitórias na Formula Junior. Chegou a ser contemplado para estrear na F1 no GP da França de 1961, mas um acidente durante testes impossibilitou a grande chance do jovem argentino. Ele voltou para casa para correr na Turismo Carretera e disputar a Temporada de F2. Bordeu se retirou das pistas para cuidar de uma fundação que tinha criado com o seu mento Fangio e faleceu em 1990 aos 56 anos de leucemia.
Nasceu: 28 de janeiro de 1934 em Balcarce na Argentina.
Faleceu: 24 de novembro de 1990 em Buenos Aires na Argentina aos 56 anos.

*

Jimmy Bryan, 1959 28/1/1927, nasce James Ernest Bryan em Phoenix nos EUA.

Jimmy Bryan chamou a atenção a um publico maior quando terminou a Indy 500 de 1954 em 2º lugar, apesar do contratempo de uma mola quebrada, um amortecedor rompido e ter a sua perna esquerda queimada pelo óleo fervente vazando de uma conexão defeituosa. Ele ainda venceu as ultimas quatro etapas daquela temporada e venceu o campeonato e conquistou títulos também nas temporadas de 1956 e 1957. Nas estatísticas da Formula 1 Bryan aparece por sua vitória de 1957 no Race of Two Worlds, a “corrida dos dois mundos” que reunia os ChampCars contras os carros da Formula1 no anel externo de Monza. E também, é claro, pela sua vitória nas Indy 500 do ano seguinte, naquela época uma etapa do Mundial de F1. Ele morreu participando por diversão em um evento local no oval de terra de Langhorne, quando seu carro capotou logo na 1ª volta.

Nasceu: 28 de janeiro de 1927 in Phoenix, USA.
Faleceu: 19 de junho de 1960 em Langhorne nos EUA aos 33 anos.

*

Aldo Gordini, 1960 28/1/1995, morre Aldo Gordini.

Sendo filho de Amédée Gordini, o fundador da marca francesa de esportivos Gordini, Aldo obviamente herdou a paixão por carros, motores e velocidade do pai. Trabalhando como mecânico preparava seu próprio Formula 2 competindo à nível nacional. Quando surgiu a chance de competir no GP de casa, a sua única participação na F1, desanimou pelo fato de sequer conseguir acompanhar o pelotão e acabou abandonando tanto a corrida como a carreira de piloto ali mesmo.

Nasceu: 20 de maio de 1921 em Bolonha na Itália.
Faleceu: 28 de janeiro de 1995 em Paris aos 73 anos.

*

Who is who 28/1/1909, nasce Enrico Platè em Milão na Itália.

Piloto decente, mas nenhum talento de grande formato, Enrico Platè participava em GPs pré e pós-guerra antes de se tornar um dos chefes de equipe mais reconhecidos no cenário dos Grande Prêmios. A sua equipe tinha forte ligação com a Maseratis a assessorava pilotos notáveis como o Príncipe „Bira“, Harry Schell, Toulo de Graffenried e até o grande Tazio Nuvolari, cedendo um carro para que esta lenda italiana pudesse conquistar a sua ultima vitória no GP da França de 1946 em Albi. Platè morreu em um trágico acidente durante o GP da Argentina de 1954, quando o piloto Jorge Daponte perdeu o controle de sua Maserati A6GCM e invadiu a área de sinalização, onde Platè preparava o pit board para o seu piloto, o Príncipe “Bira”.

Nasceu: 28 de janeiro de 1909 em Milão na Itália.
Faleceu: 2 de fevereiro de 1954 em Buenos Aires na Argentina aos 45 anos.

*

28/1/1977, nasce Takuma Sato em Tokyo no Japão

Sato surgiu na Formula 1 primeiro como piloto de testes da BAR em 2001, ano em que venceu o campeonato inglês de F3 e as prestigiosas corridas da categorias, o Marlboro Masters em Zandvoort e GP do Macau. Sempre apoiado pela Honda, Sato estreou pela Jordan em 2002 como companheiro de equipe de Giancarlo Fisichella e terminou o ano marcando pontos perante seu publico em Suzuka. Tinha todo jeito de ser uma grande promessa japonesa, mas desde então não teve equipamento à altura para provar o seu talento. E com a financeiramente frágil equipe Super Aguri prevalece na F1, mas as perspectivas não são as melhores.

*

Jean-Pierre Wimille, 1949 28/1/1949, morre Jean-Pierre Wimille.

Vencedor de vários Grande Prêmios antes da 2ª Guerra Mundial, Wimille também conquistou a vitória nas 24 horas de Le Mans em 1937 e 1939. Durante a guerra agia na aeronáutica e como agente da Resistance. Quando os conflitos terminaram imediatamente retornou às pistas vencendo a primeira prova pós-guerra, a Coupe des Prisonniers, com uma Bugatti oficial. Ele continuou colecionando vitórias e se naquela época existisse um campeonato mundial, certamente teria levado o titulo em 1947 e 1948. Wimille sofreu um trágico acidente treinando para uma etapa da Temporada Argentina de 1949 em Buenos Aires, quando foi atrapalhado por uma reflexão do sol e seu Simca-Gordini saiu da pista acertando uma arvore. Ele faleceu pouco depois em conseqüência aos ferimentos sofridos no acidente.

Nasceu: 26 de fevereiro de 1908 em Paris na França.
Faleceu: 28 de janeiro de 1949 em Buenos Aires na Argentina aos 40 anos.

Advertisements

4 Gedanken zu “2ª-feira,

  1. Oi Mario,

    pelo que sei esse carro só correu essas provas, pois era o modelo antigo utilizado no ano de 72 e na Espanha estreou o carro novo chamado de ISO – Malboro IR.

    acertei ?

    abs

  2. Isso mesmo, é o Politoys FX3 de 1972 pintado de outra cor e com outro bico.

    Mas o Frank adorava fazer uma confusão porque os IR 01 IR, 02 e IR 03 viraram depois de um ano FW 01 a 03. Pra fingir que seriam carros diferentes. Tava duro demais para fabricar chassis novos…

    Como os tempos mudarm, não?

  3. Hehehehe

    Sir Frank já foi duro sim senhor ! não tem uma história que ele pagou um mecânico ou alguem, tirando o relógio do próprio pulso ?

    e pensar tambem que ser duro na F1 hoje é quem tem „só“ alguns milhões de euros.

    aproveitando a deixa sobre „dureza“ Mário, oque vc acha dessa invenção do Tio Max sobre esse teto orçamentário da F1 ? isso não é impraticável ?

  4. Gozado que estes dias coloquei o post sobre a greve de pilotos de 1982, a origem do problea foi o mesmo: A FIA se metendo no ganha-pão dos outros.

    A minha impressão é que há algo por trás que não está em evidencia ainda.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s