Sábado,

David Purley’s LEC after shunt, Silverstone 1977

26 de janeiro – Hoje seria o 63º aniversário do ex-piloto de Formula 1 David Purley. A imagem acima mostra o que restou do seu LEC após uma batida frontal na pré-classificação para o GP da Inglaterra de 1977 em Silverstone. E considerando o estrago, pode-se constatar que no dia 15 de julho de 1977 Purley nasceu pela segunda vez. A desaceleração foi violentíssima, o carro bateu com 173 km/h e parou dentro de 66.0 centímetros. Isso corresponde a inacreditáveis 179.8 G, ou seja, o corpo do piloto foi submetido a uma pressão de quase 180 vezes o peso do seu corpo. Nenhum ser humano jamais sobreviveu um impacto de um valor de força G tão alto. Parece milagre que Purley sobreviveu com fraturas nas pernas, na bacia e nas costelas. Mais incrível ainda é o fato que depois de recuperar de seus ferimentos voltou a competir nas pistas novamente.

*

Edgar Barth, 1964 26/1/1917, nasce Edgar Barth em Herold na Alemanha Oriental.

Ex-piloto de motos na Alemanha oriental, Barth adentrou o automobilismo se tornando o piloto principal da montadora Eisenacher Motor Werke. A EMW tinha permissão do governo comunista de ocasionalmente enviar carros para competições no oeste e Barth estreou a nível internacional no GP da Alemanha de 1953. Em 1956 recebeu uma oferta de competir pela equipe oficial da Porsche e aproveitou a participação na corrida de 1000 km de Nürburgring, onde compartilhou o carro com Umberto Maglioli, para a fuga do regime fascista. Ele em seguida participou do GP da Alemanha ao volante de uma Porsche Formula 2 no GP da Alemanha de 1957 e 1958, no GP da Itália em 1960 e por final se juntou à equipe de Rob Walker em 1964 para a sua ultima participação em GP, o da Alemanha. Naquela época Barth já era um dos grandes nomes em eventos de subida de montanha, sendo o campeão europeu de 1959, 1963 e 1964, assim como em corridas de longa distancia. Competiu várias vezes em Le Mans e venceu a Targa Florio em 1959 fazendo dupla com o Wolfgang Seidel. Infelizmente ele não viveu para ver seu filho Jürgen Barth vencer as 24 horas de Le Mans com a equipe oficial da Porsche em 1977, pois morreu aos 48 anos de câncer.

Nasceu: 26 de janeiro de 1917 em Herold na Alemanha Oriental.
Faleceu: 20 de maio de 1965 em Ludwigsburg na Alemanha Ocidental aos 48 anos.

*

David Pruley, 1977 26/1/1945, nasce David Purley em Bognor Regis na Inglaterra.

Purley estreou na Formula 1 no GP de Mônaco de 1973 com um March particular e ganhou fama alguns meses depois por um motivo triste: Tentou em vão salvar Roger Williamson das chamas de seu carro no GP da Holanda. A condecoração que recebeu pela coragem demonstrada mal ajudou a compensar a perda cruel do amigo em Zandvoort. Após algumas temporadas na Formula 5000 inglesas, onde se tornou campeão em 1975, Purley voltou aos GPs com o seu próprio F1, o LEC. O projeto era de Mike Pilbeam, Mike Earle comandava a equipe e o patrocínio vinha da fabricante de geladeiras Longford Engineering Company, conhecida como LEC e de propriedade da família Purley. Depois de sofrer sérios ferimentos em um violento acidente na pré-classificação para o GP da Inglaterra de 1977, Purley ainda voltou às pistas com um segundo LEC, mas se verbas para desenvolver o carro fez uma ultima tentativa no campeonato inglês de F1 com um Shadow. Quando finalmente deixou as pistas para cuidar do negócio da família, restringiu-se a brincar com um avião de acrobacias. E foi com este brinquedo que sofreu um acidente fatal em 1985 na costeira perto de sua casa.

Nasceu: 26 de janeiro de 1945 em Bognor Regis na Inglaterra.
Faleceu: 2 de julho de 1985 em Bognor Regis na Inglaterra aos 40 anos.

*

Bob Gerard 19/01/1914, nasce Frederick Robert Gerard em Leicester na Inglaterra.

Bob Gerard foi um típico “Gentleman driver”, o tipo de piloto cavalheiro que corre por diversão e jamais apelaria à direção agressiva ou perigosa. Mesmo assim foi piloto de grande sucesso em corridas nacionais na Inglaterra e quase venceu o GP da Inglaterra, somente pelo Conde de Graffenried. Ele participou de quase todas as etapas do Mundial em solo britânico até o final de 1957. Dali pra frente limitou-se a cuidar de sua revendedora e de sua equipe de Formula 2, pela qual passaram pilotos como Alan Rollinson, Mike Beckwith e Peter Gethin, entre outros.

Nasceu: 19 de janeiro de 1914 em Leicester na Inglaterra.
Faleceu: 26 de janeiro de 1990 em South Croxton na Inglaterra aos 76 anos.

*

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s