3ª-feira,

Luigi Musso, Ferrari Lancia D50, 1956

22 de janeiro – A história da primeira vitória de Luigi Musso em um Grande Premio é bastante curiosa. Sendo um dos integrantes da equipe oficial da Ferrari, o italiano tinha equipamento em mãos para assumir a liderança no GP da Argentina de 1956. Mas em seguida se viu ultrapassado por Gonzalez, Menditeguy, Moss e Castellotti. No entretempo Fangio, o astro da Scuderia Ferrari, teve que abandonar a prova após 23 voltas por problemas mecânicos . Naquela época era permitido aos pilotos de trocarem de carro e assim Musso acabou sendo chamado aos boxes para ceder o seu carro à Fangio. O maestro agradeceu, pulou no cockpit e logo demonstrou toda a sua habilidade perseguindo a Maserati do líder Moss, a qual estava perdendo óleo. Depois de dois terços da distancia Fangio assumiu a liderança e apesar de uma rodada nunca viu a vitória ameaçada. Enquanto o público estático comemora a vitória do seu ídolo, Luigi Musso faz a festa e sobe pela primeira vez ao pódio como vencedor.

*

Toulo de Graffenried, 2006 22/1/2007, morre Barão Emmanuel de Graffenried.

„Toulo“ de Graffenried venceu o GP da Inglaterra de 1949, um ano antes da formalização do Mundial de Formula 1, ao volante de uma Maserati 4CLT da equipe de Enrico Plate. Em 1953 conquyistou seu melhor resultado no Mundial, um 4º lugar em Spa pilotando uma Maserati de 2 litros de Plate. A sua ultima participação na F1 veio ao volante de uma Maserati 250F no GP da Itália de 1956 em Monza. Depois disto seu foco era a sua revendedora Alfa Romeo, Rolls-Royce e Ferrari na Suiça. Ele também participou das filmagens do longa metragem The Racers agindo como dublé do ator Kirk Douglas.

Nasceu: 18 de maio de 1914 em Paris na França.
Faleceu: 22 de janeiro de 2007 em Lonay na Suíça aos 92 anos.

*

Mike Hawthorn, 1958 22/1/1959, morre John Michael Hawthorn .

Mike Hawthorn tinha toda a habilidade para desafiar qualquer piloto na Formula 1, mas lhe faltava consistência em suas performances. Seu estado de saúde, pois sofria de problemas com os rins, podem até explicar estas variações de desempenho nas pistas. No auge de sua carreira virou figura trágica, pois as suas maiores conquistas eram assombradas por tragédias. Hawthorn venceu as 24 horas de Le Mans em 1957, mas uma das suas entrada nos boxes deu também inicio uma reação em cadeia que resultou na tragédia que matou Pierre Levegh e dezenas de espectadores. No ano seguinte, à caminho do tão sonhado titulo de campeão mundial, sofreu com o acidente fatal do colega de equipe e grande amigo Peter Collins no GP da Alemanha e após conquistar o titulo anunciou a sua aposentadoria das pistas. Mas ainda antes de poder dar inicio a uma carreira promissora no mundo dos negócios, Hawthorn sofreu um acidente de transito fatal no inicio de 1959.

Nasceu: 10 de abril de 1929 em Mexborough na Inglaterra.
Faleceu: 22 de janeiro de 1959 em Guildford na Inglaterra aos 29 anos.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s