3ª-feira,

Emerson Fittipaldi, Copersucar-Fittipaldi F5A, 1978

15 de janeiro – Quando Emerson Fittipaldi alinhou o seu Copersucar-Fittipaldi F5A no grid de largada para o GP da Argentina de 1978 há exatos 30 anos, preparava se para largar para o seu 100º GP de Formula 1. A prova foi vencida por Mario Andretti com a sua Lotus 78, Emerson terminou em 9º lugar atrás das Ferraris de Reutemann e Villeneuve.

*

Who is who 15/1/2001, morre Alex Blignaut.

Blignaut era piloto no início dos anos 60, participava então na copa Springbok, depois fundou a equipe Alex Blignaut Racing Team que competiu no campeonato sul-africano de Formula 1 com pilotos como Eddie Keizan e Ian Scheckter nos anos 70. Blignaut também estava à frente do SAMRaC, o clube organizador do GP da África do Sul, quando este se tornou etapa oficial do Mundial de F1. Blignaut morreu eletrocutado quando consertava uma aparelhagem em sua fazenda.

Nasceu: 30 de novembro de 1932 em Johannesburgo (Gauteng) na África do Sul.
Faleceu: 15 de janeiro de 2001 em Honeydew na África do Sul aos 68 anos.

*

“Nicha” Cabral, 2005 15/1/1934, nasce Mário Manuel Veloso de Araujo Cabral em Porto no Portugal.

Bonvivant e de família endinheirada, Mário Cabral entrou para a história ao se inscrever para o Grande Prêmio do Portugal de 1959 no Parco de Monsanto como o primeiro piloto de Formula 1 português. Quase que a sua estréia ganhou uma conotação trágica, pois „Nicha“ esqueceu de olhar nos retrovisores e acabou atrapalhando o Jack Brabham. Este rodou, acertou um poste e acabou sendo jogado do cockpit para o meio da pista. O australiano teve sorte não ter sido atropelado pelos colegas. Cabral voltou no ano seguinte com o mesmo Cooper-Maserati, inscreveu se também para o GP da Alemanha de 1963, desta vez com um Cooper-Climax particular, e por final tentou em vão classificar um ATS modificado para o GP da Itália de 1964.

*

David Kennedy 15/1/1953, nasce David Paul Kennedy em Sligo na Irlanda.

Vice-campeão no campeonato inglês de Formula 1 ao volante de um Wolf WR3 da Theodore Racing em 1979, Kennedy teve ajuda do chefe de equipe Teddy Yip para poder participar do Mundial de 1980 com a equipe Shadow. A crônica falta de verbas e o chassi DN11 medíocre não ajudaram em nada e assim Yip decidiu comprar a equipe e injetar o que faltava para completar o DN12. Mas este chassi também provou ser uma decepção e Kennedy só conseguiu classificar-se uma única vez no GP da Espanha de 1980. Sem outras opções na F1, Kennedy trabalhou em cima de uma carreira no mundo dos esporte protótipos e teve uma ligação forte com a equipe oficial da Mazda competindo no campeonato japonês e no Mundial, inclusive nas 24 horas de Le Mans. Desde 1995 e comentarista da TV irlandês dos GPs de F1.

*

Graham Whitehead 15/1/1981, morre Alfred Graham Whitehead.

Graham Whitehead começou a competir pilotando o ERA do irmão Peter em 1951 e depois comprou um Alta Formula 2 com o qual participou do GP da Inglaterra de 1952. Animado de ter terminado as 24 horas de Le Mans em 2º lugar, viajou à Paris para encontrar com Peter, com o qual tinha se inscrito para o Tour de France de automobilismo de 1958. Mas a prova termina em tragédia, Peter perde a vida em um grave acidente. Graham sobrevive e volta às pistas, competindo até o final de 1961.

Nasceu: 15 de abril de 1922 em Harrogate na Inglaterra.
Faleceu: 15 de janeiro de 1981 em Lower Basildon na Inglaterra aos 58 anos.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s