BMW sobe um nível

BMW Sauber F1.08 Não sou fã destas apresentações de carros novos, algo de repetitivo e sem valor analítico para a temporada. E todo ano a mesma história do “agora vai”. Então pretendo limitar-me às equipes que tem chances de brigar por vitórias. E a BMW está cotada para entrar neste seleto grupo com o F1.08.


Desde que a BMW comprou a equipe de Peter Sauber, a tendência tem sido positiva graças à investimentos na infra-estrutura assim como no desenvolvimento dos próprios carros. É resultado da BMW-Sauber ter um engenheiro como chefe de equipe e de certo fará a diferença nesta temporada.

Com a apresentação do novo F1.08 a BMW Sauber surpreendeu com um carro radicalmente inovador que tem tudo para levar a equipe ao próximo, o de ver seus pilotos subirem no pódio para comemorar vitórias. O F1.08 reflete a situação que a BMW-Sauber viveu na temporada passada, quando dispus de um carro competitivo e pôde concentrar todos os seus recursos no desenvolvimento do novo modelo.

Kubica & Heidfeld, BMW Sauber F1.08

Sem o controle de tração à disposição a partir desta temporada, a meta dos engenheiros era de entregar um carro mais estável com um comportamento mais ameno, o que a BMW Sauber acredita ter conseguido desenvolvendo um conjunto de suspensão dianteira com base na versão de 2007 e uma traseira inteiramente nova. Espera-se mais aderência em curvas de baixa a media velocidade.

Um novo pacote aerodinâmico com soluções radicais á partir de uma carenagem mais baixa e estreita deve melhorar o desempenho em circuitos de alta. Espera-se também mais estabilidade devido ao nível mais constante de aderência aerodinâmica em curvas e ondulações e até nas mais variadas circunstancias climáticas. Porém, algumas das soluções apresentadas parecem um pouco além do sensato. Ou até mesmo do regulamento. Isto sugere que a BMW também entrou no joguinho da “guerra psicológica” que rege à esta altura entre as equipes de ponta. Ou seja: Assustar a concorrência com apetrechos aerodinâmicos que até Melbourne sumirão. Ou acabam sendo mais radicais ainda…

Desde que a BMW adentrou a F1 em 2000 os motores da montadora da Bavária foram considerados entre os mais potentes do grid. Com as restrições aplicadas por regulamento nas ultimas temporadas e com a mais recente implementação da centralina unitária para 2008, não tem como não estar surpreso sobre os depoimentos de Mario Theissen, cujo otimismo sugere que a BMW conseguiu casar bem o motor V8 com o “cérebro” eletrônico desenvolvido pela McLaren. Há um boato que a BMW andou investindo pesado em pesquisas para estar preparada par qual sejam as condições que enfrentaria com esta nova unidade “alienígena” em seus carros. E pelo jeito o que foi entregue superou as expectativas. Quem sabe a BMW-Sauber consegue surpreender graças a um trabalho neste pequeno detalhe também.

Advertisements

2 Gedanken zu “BMW sobe um nível

  1. É dificil opinar sobre um novo bolido sendo que até agora nao se disputou uma provaq sequer e os treinos podem maquear tudo .
    Porem vejo que o trabalho metódico da equipe Bavária vai finalmente surtir resultados de respeito como vitórias e poles
    Vejo eles discutindo a vitória com o duo Ferrari/McLaren e um Kubica dando nas vistas e superando a dificil adaptação do ano passado .
    Torço por isso .
    Uma abraço do Downforce.com.br a todos leitores desta fantástico Blog.

  2. Se o carro for assim tão flexível diante dos diversos obstáculos da temporada, há boas chances de ter um ano ainda melhor, andando ainda mais à frente. Com certeza o objetivo da equipe em 2008 é conquistar uma vitória.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s