4 de dezembro

Silk Cut-TWR-Jaguar XJR-8, WSC 1987

4 de dezembro – O garotão Raul Boesel tem duas datas para comemorar: Hoje ingressa no clube dos cinquentões e, como o tempo voa, faz 20 anos da conquista do titulo de Campeão Mundial de Pilotos em 1987 no já extinto World Sportscar Championship. No Brasil mais conhecido como Mundial de Marcas, as vitórias do paranaense nas etapas de Jerez, Silverstone, Brands Hatch, Nürburgring e Spa em 1987 contribuiram essencialmente para a primeira conquista de um titulo Mundial na história da Jaguar. A sua cidade natal homenageou este feito rebatizando o Autódromo Internacional de Curitiba em Circuito Raul Boesel.

Raul Boesel, 2007 4/12/1957, nasce Raul de Mesquita Boesel em Curitiba no Paraná, Brasil.

Depois que a estréia na F1 com a March e o período com a Ligier não trouxe resultados expressivos, Raul mudou-se para os EUA competindo na CART e depois IRL. Ao mesmo tempo surgiu o convite de Tom Walkinshaw para integrar a equipe de fábrica da Jaguar no Mundial de Marcas. Em 1987 o paranaense conquistou o titulo de Campeão Mundial de Pilotos na categoria. Outros sucessos marcantes: Vencedor das 24 horas de Daytona em 1988, 3º lugar nas 500 Milhas de Indianápolis em 1989 e um 2º lugar nas 24 horas de Le Mans em 1991.

*

Bruce Halford 4/12/2001, morre Bruce Halford.

Após a compra da Maserati 250F do Príncipe Birabonghse em 1956, Halford participou de nove GPs e vários eventos extra-campeonato pela Europa. No começo dos anos 60 o inglês se retirou das competições, mas não conseguiu se afastar de vez das pistas. Retornou nos anos 70 para participar de eventos de antigo automobilismo com uma Lotus 16.

Nasceu: 18 de maio de 1931 em Hampton-in-Arden na Inglaterra.
Faleceu: 4 de dezembro de 2001 em Churston Ferrers na Inglaterra.

*

Who is who 4/12/1911, nasce Willi Krakau em Studerdorf na Alemanha.

Membro da equipe nacional alemã de remo nos Jogos Olímpicos de 1936, Krakau foi o primeiro piloto alemão a participar de evento internacional de automobilismo após a 2ª Guerra Mundial. Conhecido como construtor de protótipos, era igualmente bom piloto. Classificou-se para o GP da Alemanha de 1952, mas acabou retirando o AFM com motor seis-cilindros da competição mesmo antes de alinhar para o grid de largada.

Nasceu: 4 de dezembro de 1911 em Studerdorf na Alemanha,
Faleceu: 26 de abril 1995 em Peine na Alemanha aos 83 anos.

*

François Migault, 2005 4/12/1944, nasce François Migault em Le Mans na região Sarthe na França.
Migault mostrou talento nas F3 e F2 e sua ascensão para a F1 parecia algo natural. Nunca saberemos por que escolheu estrear em 1972 com o Connew, um carro construído por um entusiasta em uma garagem na Inglaterra. Graças a um patrocinador francês na BRM conseguiu uma vaga na equipe para 1974. Mas com o equipamento precário nem mesmo os companheiros de equipe mais experientes conseguiram resultados. Seguiram oportunidades individuais na Embassy-Hill e na Williams. Seu melhor resultado em inúmeras participações das 24 horas de Le Mans foi o 2º lugar em 1975 ao volante de um Gulf Mirage..

*

Felice Nazzaro, 1922 4/12/1881, nasce Felice Nazzaro em Turim na Itália.

Após sucesso a nível nacional, Nazzaro teve o seu ano de consagração em 1907 quando venceu as três então mais importantes provas do automobilismo internacional: A Targa Florio com um Fiat 28-40hp, o Kaiser-Preis na Alemanha com um Fiat Taunis e a corrida mais importante do calendário, o GP da França, ao volante de um Fiat 130hp F2. Em 8 de junho de 1908 o italiano incluiu em seu currículo o recorde de velocidade de 193 km/h em media em uma distancia de 2.75 milhas, atingindo incríveis 200 km/h de ponta. Foi o primeiro piloto a conseguir tal façanha.

Em 1911 fundou a sua própria montadora de automóveis e caminhões, a ‚Nazzaro & C. Fabbrica di Automobili‘ em Turim e até chegou vencer a Targa Florio de novo, desta vez orgulhosamente ao volante de um Nazzaro Tipo 2. O conterrâneo Meregalli conquistaria mais uma vitória pela marca na Targa Florio de 1920. Mesmo assim em 1923 o empreendimento chegou a um fim após 460 carros e 50 caminhões produzidos. Uma administração caótica e os efeitos da 1ª Guerra Mundial puseram um fim na história da Nazzaro Automobili em 1923.

No ente tempo a Fiat, que tinha se retirado das pistas em 1912 devido à guerra, voltou em 1921 e, com Nazzaro ao volante, retomou o caminho do sucesso. Após o acidente fatal de seu sobrinho Biagio Nazzaro durante o GP da França, o qual Felice venceu entristecido, o piloto de então 42 anos começou a ser mais pensativo. No final de 1923 tomou a decisão de trocar o volante pelo comando do departamento de competições da Fiat. Manteve esta posição até a montadora encerrar as suas atividades esportivas em 1929.

Trágico o fim de Felice Nazarro, considerado o piloto mais habilidoso e valente de sua época, sobreviveu as suas astúcias nas pistas. Mas não resistiu quando foi vitima de acidente de transito em 1940.

Nasceu: 4 de dezembro de 1881 em Turim na Itália.
Faleceu: 21 de março de 1940 nos Alpes na Itália aos 59 anos.

*

Who is who 4/12/1988, morre Albert Uria.

Albert Uria nasceu em Montevidéu no Uruguai e era mais um dos destemidos que atravessavam o Mar del Plata para participarem eventos internacionais na Argentina. Com a sua Maserati A6GCM já um pouco fora de data, mas com um motor de uma 250F, terminou em 14º no GP de Buenos Aires de 1955. No ano seguinte chegou em 6º lugar fazendo dupla com Oscar Gonzalez, mas como estava dez voltas atrás do vencedor acabaram não sendo classificados.

Nasceu: 7 de janeiro de 1924 em Montevidéu no Uruguai.
Faleceu: 4 de dezembro de 1988 em Montevidéu no Uruguai aos 64 anos.

Advertisements

3 Gedanken zu “4 de dezembro

  1. olá pessoal,na árte do Felice Nazzaro tem um erro:na data de nascimento tá Nasceu: 4 de dezembro de 1940 em Turim na Itália.
    Faleceu: 21 de março de 1940 nos Alpes na Itália aos 59 anos.Ou seja alem de tar no mesmo ano ,ele nasceu depois que morreu:)

    fora esse pequenino deslize a matéria foi muito boa,principalmente a parte do raul boesel.

    abraços Lucas Sena

    outra coisa que eu acho legal falar:o primeiro grade premio da frança que ele ganhou foi em Dieppe(em 1907)eo segundo foi em Strasbourg (em 1922)

    outra coisa o grande premio da frança foi a primeira corrida a adotar o nome de „grande premio“

  2. Coisas do além, túnel do tempo ou … simplesmente fator „dããã“…!

    Já corrigido, obrigado pela cutucada, e pro próximo ano incrementarei as sugestões, OK?

    Abs

  3. Mario,
    Raul Boesel não empresta mais o nome ao autódromo de Curitiba. A pista é particular, e segundo me consta, houve uma desavença entre o piloto-DJ e os donos do circuito. Por isso, o local ainda se chama Autódromo Internacional de Curitiba-Pinhais.

    Abraço!

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s