Agenda Grand Prix Insider, 41ª semana

Norick Abe 2007

IMAGEM DA SEMANA – Norifume Abe, vencedor de três GPs na categoria MotoGP, faleceu neste domingo. „Norick“ pilotava sua moto próximo da cidade de Kawasaki quando um caminhão fez uma conversão proibida o atingiu em cheio.

O japonês de 32 anos, apelidado de kamikaze e um dos principais ídolos de ninguém menos do que Valentino Rossi, tinha se aposentado das competições internacionais no final do ano passado. Ele optou por disputar as Superbikes japonesas em 2007 e com uma corrida pendente na temporada, ele era o terceiro colocado. Sayonara, „Norick“.

Clique para ver a agenda

Yves Giraud-Cabantous 8/10/1904, nasce Yves Giraud-Cabantous.

Giraud-Cabantous começou a sua carreira em 1924. Em 1950 foi chamado para integrar a equipe de fábrica da Talbot e ao chegar em quarto lugar no GP da Grã-Bretanha tornou-se o primeiro piloto francês a marcar pontos no Mundial. Ele continuou até 1957 quando decidiu de abandonar as pistas para cuidar da sua empresa de transportes que havia montado ao longo dos anos.

Nasceu há 103 anos, morreu 30 / 3 /1973 aos 69 anos.

Jack McGrath 8/10/1919, nasce Jack McGrath.

O primeiro piloto a alcançar uma velocidade média de 140 milhas por hora nos treinos de classificação para as 500 milhas de Indianápolis. McGrath tem um belo currículo no oval de Indy, mas nunca venceu e acabou falecendo na ultima corrida da temporada de 1955.

Nasceu há 88 anos, morreu 6 / 11 /1955 aos 36 anos.

Huub Rothengatter 2007 8/10/1954, nasce Huub Rothengatter.

Rothengatter conseguiu financiar a sua carreira na F1, apesar de resultados pouco expressivos nas categorias de acesso, passando por equipes pequenas como Spirit, Osella e Zakspeed. O holandês não parecia se incomodar de brincar de recheio de grid, sempre alegre e de bom humor parecia simplesmente aproveitar a permanência na categoria máxima do automobilismo enquanto durava. Após aposentar-se como piloto exerceu função de empresário para o conterrâneo Jos Verstappen a quem representa até hoje.

Julian Bailey 2007 9/10/1961, nasce Julian Bailey em Woolwich, Grã-Bretanha.

Nascido na Inglaterra, mas naturalizado na Espanha, Bailey passou com muito talento e poucos recursos por muitas dificuldades nas categorias de acesso. Mesmo assim alcançou a Formula 3000 e venceu na sua terceira participação na categoria em Brands Hatch e entrou na história como o primeiro piloto britânico a triunfar na F3000. Ken Tyrrell o convidou para estrear na F1, mas não conseguiu resultados com o material disponível. Bailey fez mais uma tentativa na F1 com a Lótus em 1991 e conseguiu um sexto lugar em no GP de San Marino. Mas em seguida perdeu a vaga para o Johnny Herbert. Bailey continuou competindo em carros turismo e GTs e conquistou o Mundial da FIA GT em 2000.

Emilio Materassi 9/10/1928, morre Emilio Materassi.

Piloto italiano que ganhou fama em sua pátria por vencer a famosa Targa Florio em 1927. Um ano depois Materassi morreu em um grave acidente, quando perdeu controle do seu carro na 17 volta do GP da Itália em Monza, saindo da pista e matando 27 espectadores.

Nasceu há 118 anos, morreu 9 / 10 /1928 aos 39 anos.

David Prophet 1981 9/10/1937, nasce David Prophet em Hong Kong, China.

O dono de uma revendedora corria por mera paixão pelo esporte e tinha os contatos necessários para conseguir carros bastante competitivos. Inclusive conseguiu um cockpit para participar de dois GPs estreando em 1963 na F1. Prophet morreu em 1981 ao decolar com o seu helicóptero após uma corrida em Silverstone e o aparelho apresentar problemas levando à queda.

Nasceu há 70 anos, morreu 29 / 3 /1981 aos 44 anos.

Murray Walker 2007 10/10/1923, nasce Graeme Murray Walker.

O já lendário Muyray Walker era a voz da F1 na BBC e depois na ITV e já se aposentou da sua função de primeiro narrador britânico. Hoje ainda freqüenta o paddock de F’1 durante seletos GPs como garoto propaganda para a Honda, recebendo convidados VIP.

Eugenio Castellotti 10/10/1930, nasce Eugenio Castellotti em Lodi na Itália.

Eugenio Castellotti tinha uma vida de dar inveja: rico, solteiro cobiçado por lindas mulheres, uma linda e famosa namorada, a atriz Delia Scala, e a habilidade que o tornaria logo em um dos melhores pilotos da Itália. Mas um acidente trágico durante um teste de pouca importância no autódromo Modena lhe tirou a vida em 1957.

Nasceu há 77 anos, morreu 14 / 3 /1957 em Modena na Itália aos 27 anos.

Siegfried Stohr 2007 10/10/1952, nasce Siegfried Stohr em Rimini na Itália.

Justo quando Siegfried Stohr parecia se dar bem na F1 foi envolvido em um bizarro acidente na largada do GP da Bélgica 1981 em Zolder que quase matou um dos mecânicos da sua equipe, a Arrows. Chocado sobre o incidente, Stohr nunca mais foi o mesmo em termos de pilotagem e acabou abandonando a F1. Hoje ele comanda um centro de treinamento para motoristas.

Nello Pagani 11/10/1911, nasce Nello Pagani em Milão na Itália.

Aristocrata italiano e piloto de moto de sucesso, Pagani também competia ocasionalmente com uma Maserati 4CLT/48, com a qual conseguiu como melhor resultado um sétimo lugar no GP da Suíça de 1950 em Bremgarten.

Nasceu há 96 anos, morreu 18 / 10 /2003 aos 92 anos.

Alfonso de Portago 1957 11/10/1928, nasce Don Alfonso Antonio Vicente Blas Angel Francisco Borija Cabez de Vaca y Leighton, Carvajal y Are, XVII Marques de Portago, Marques de Moratalla, XIII Conde de La Mejorada, Conde de Pernia, Duke of Alagon, Grande de Espana em Londres na Grã-Bretanha.

Alfonso de Portago, nome bem mais fácil de lembrar, era um aristocrata extravagante de muitas paixões que vivia uma vida de muita adrenalina. Apelidado de ‚Fon‘ pelos amigos, este nobre espanhol era versátil em todo tipo de esporte. Até como jóquei de corrida de cavalo teve sucesso, de fato um tricampeão francês, e fez questão de participar duas vezes no perigosíssimo Grand National de Aintree na Inglaterra. Era campeão internacional de natação, além de formar uma equipe nacional da Espanha de bobsleigh para as olimpiadas de inverno de 1956.

Nasceu há 79 anos, morreu 12 / 5 /1957 aos 29 anos.

Alessandro Nannini, Benetton B196, Estoril 1996

EVENTO – 11/10/1990: Alessandro Nannini tem o seu braço direito decepado em um acidente de helicóptero ao aterrissar na propriedade da família em Siena. Em dez horas de micro cirurgia os médicos conseguiram reatar o braço, Sandro até recuperou boa parte do movimento no braço e na mão. Porém, a carreira na F1 acabou. Mas o irmão da cantora Gianna Nannini voltou às pistas como um dos astros da DTM, o campeonato alemão de turismo da época, como piloto de fábrica da Alfa Romeo. Em novembro de 1996 teve até chance de testar um F1 da Benetton em Estoril.

Piero Taruffi 12/10/1906, nasce Piero Taruffi.

Taruffi um esportista de amplos talentos, o manager da equipe de motociclismo da Gilera e também, um piloto de grande talento em quatro rodas. Em 1952 venceu o GP da Suíça e terminou a temporada em terceiro lugar no Mundial.

Nasceu há 101 anos, morreu 12 / 1 /1988 aos 82 anos.

Paul Hawkins 2/10/1937, nasce Robert Paul Hawkins.

Excelente piloto de protótipos, como os Ford Gt40 e Lola T70, o australiano estreou na F1 em 1965 e logo se destacou não somente pela sua habilidade, mas também por imitar a proeza de Alberto Ascari de mergulhar o seu carro no porto de Mônaco. Hawkeye, o apelido “olho de ágiua” fazia juz a sua excelente visão, faleceu em Oulton Park em 1969, morrendo nas chamas de um Lola T70 após um acidente.

Nasceu há 70 anos, morreu 26 / 5 /1969 aos 32 anos.

Bertil Roos 12/10/1943, nasce Bertil Roos em Guthenburg na Suécia.

O único GP do qual Bertil Roos, um excelente piloto na Formula Atlantic, conseguiu participar foi o GP da Suécia em 1974 pilotando um Shadow. Mas o GP de casa foi de curta duração, a transmissão forçou a abandonar a prova. Roos continuou a competir nos EUA, onde iniciou com sucesso uma franquia de escolas de pilotagem. Raced in one single round of the F1 World Championship, the 1974 Swedish GP, from which he retired with transmission failure.

EVENT – 12/10/2003: Kenny Brack sofre sérios ferimentos em um grave acidente na etapa do Texas Motor Speedway da IRL. O ex-piloto de testes da Arrows na F1 e vencedor das 500 milhas de Indianápolis de 1999 teve que passar por uma longa fase de recuperação de nove meses, passando por oito cirurgias, mas alinhou no grid do Indy 500 novamente em 2005.

Piero Dusio 13/10/1899, nasce Piero Dusio em Scurzolengo, município de Asti na Itália.

Dusio era piloto amador, campeão italiano e fundador da pequena fábrica de esportivos e carros de corrida Cisitalia. Estes carros leves e ágeis, como por exemplo o D46, logo conquistaram excelente fama. Cinquentão de idade, o chefão até pegou o volante na mão e tentou classificar um Cisitalia D46 para o GP da Itália de 1952.

Nasceu há 108 anos, morreu 7 / 11 /1975 aos 76 anos.

Peter Sauber 2007 13/10/1943, nasce Peter Sauber Zurique na Suiça.

Peter Sauber, o ex-dono da equipe de seu próprio nome na F1, continua junto à equipe, a qual vendeu em 2005 para a montadora alemã BMW, como consultor.

Patrick Nève 13/10/1949, nasce Patrick Marie Ghislain Pierre Simon Stanislas Nève de Mévergnies em Liège na Bélgica.

Patrick Nève, proveniente de uma família celébre na Bélgica, estreou na F1 em 16 de maio de 1976 e participou em 13 GPs. Hoje é sócio de uma empresa de consultoria de recursos humanos no ramo petrolífero.

Jean Trémoulet 13/10/1944, morre Jean Trémoulet.

Jean Trémoulet era um destes mecânicos que se vê em antigos documentários ocupando o assento ao lado do piloto. Tornando se amigo do piloto Eugène Chaboud, que corria pela Delahaye, o francês conseguiu uma boquinha com a montadora e se tornou piloto. Fazendo dupla com Chaboud até chegou a vencer as 24 horas de Le Mans em 1938. Participou de alguns GPs com um SEFAC quando a guerra começou e Trémoulet se juntou à Resistance. Ele foi morto em um acidente de moto em 1944 quando estava em missão secreta.

Nasceu há 98 anos, morreu 13 / 10 /1944 aos 35 anos em Sagelat.

Philippe Etancelin 13/10/1981, nasce Philippe Étancelin em Rouen na França.

Étancelin começou a competir em 1926 ao volante de uma Bugatti logo vencendo o GP da França em Reims. Apelidado de „Phi-Phi“ pelos amigos, ele venceu também nas 24 horas de Le Mans fazendo dupla com Luigi Chinetti em 1934. Em 13 de maio estreou na então recém-formada F1, na qual participou de 12 GPs.

Nasceu há 111 anos, morreu 13 / 10 /1981 aos 69 anos.

EVENTOS – 13/10/2007:

Europeu de F-3, 19ª etapa, Hockenheim, Alemanha

Bras. de Stock Car V8 e Stock Jr., 9ª etapa, Aut. Int. de Tarumã, RS

Italiano de F-Renault, 7ª etapa, Aut. Nazionale di Monza, Itália

Rudolf Caracciola 14/10/1909, nasce Bernd Rosemeyer.

Bernd Rosemeyer era um dos melhores pilotos da historia do automobilismo alemão. Ele morreu na tentativa de estabelecer um recorde de velocidade quando o bólido da Auto Union, aos 440 km/h na Autobahn entre Frankfurt e Darmstadt, foi pego por uma ventania e se espatifou entre as árvores.

Nasceu há 98 anos, morreu 27 / 1 /1938 aos 29 anos.

Rikky von Opel 14/10/1947, nasce Frederick von Opel em Nova Iorque nos EUA.

Rikky von Opel, como era conhecido, permanece até hoje o único piloto de F1 proveniente do minúsculo principado de Liechtenstein. Embora um campeão de Formula 3 na Inglaterra em 1972, se precipitou com a sua estréia na F1 no ano seguinte, ainda mais com a equipe debutante Ensign. Mesmo trocando para a Brabham de Bernie Ecclestone em 1974 não conseguiu melhorar seus resultados. Acabou abandonando o automobilismo e há quem conta que Rikky acabou virando monge.

EVENTOS – 14/10/2007:

WRC – Mundial de Rali, 13ª etapa, França

F 3000 Euroseries, 6ª etapa, Spa-Francorchamps

Europeu de F-3, 20ª etapa, Hockenheim, Alemanha

DTM- Alemão de Turismo, 10ª etapa, Hockenheim, Alemanha

Alemão de F-3, 9ª etapa, Hockenheim, Alemanha

Super GT Japonês, 7ª etapa, Kyushu, Japão

F-Renault Italiana, 7ª etapa, Aut. Nazionale di Monza, Itália

Advertisements

4 Gedanken zu “Agenda Grand Prix Insider, 41ª semana

  1. Mario, quanto ao teste do Alessandro Nannini (um piloto que gostava muito e que acho que merecia melhor sorte na F1) me parece que ele está em um Beneton, ele teria feito um segundo teste neste carro?

    Quanto ao acidente do Kenny Brack, se pensarmos em termos de espetáculo, as corridas em ovais são muito emocionantes, com vária ultrapassagens, chegadas apertadas…mas será que isso vale arriscar a vida dos pilotos? Acho a IRL e as categorias de monopostos que correm em ovais temerárias, ainda mais porque me parecem que os carros tema segurança de um F1 de 10 a 15 anos…

  2. Leandro, pelo que sei foi só este teste, uma cortesia por parte de Flavio Briatore.

    Apesar de ter andado bem no teste, Sandro não teria condições de conduzir um F1 por quase duas horas em um GP devido à falta de força na mão.

  3. Esqueceu de citar que Alfonso cabeça de vaca morreu na Milgle Milha e o seu acidente causou o fim da prova

    Tem um erro de formatação, datas sairam antes das ultimas notas

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s