Saudades de Mike Parkes

Mike Parkes  Sendo o filho do presidente da fábrica de carros esportivos Alvis, Michael Johnson Parkes sempre foi rodeado por carros e motores desde jovem. Há exatos 30 anos, no dia 28 de agosto de 1977, ele faleceu em conseqüência de um acidente de transito aos 46 anos.

Parkes começou a brilhar em provas nacionais ao volante de uma Lotus privativa em 1957 e conseguiu impressionar Colin Chapman de forma que o patrão da marca o convidou para fazer parte da equipe nas 24 horas de Le Mans. Mesmo sendo somente piloto reserve, foi uma experiência que o fez se dedicar a virar profissional. Em 1961 o inglês foi convidado pela Maranello Concessionaires de fazer dupla com Willy Mairesse dirigindo uma Ferrari Testa Rossa três litros com a qual conquistaram o segundo lugar no clássico.

Em 1962, após alguns sucessos na Formula 2, Mike estreou na Formula 1 a bordo de um Bowmaker Cooper. Chegou em quarto nesta prova de Mallory Park, que não valia para o mundial. Mas seu futuro imediato estava marcado para as categorias esporte-protótipo e GT, sendo que em 1963 foi chamado para integrar a Scuderia Ferrari como piloto e, já que era engenheiro formado, para trabalhar no desenvolvimento destes carros.

Mike Parkes, Ferrari 312P, 24h Daytona 1970

Nas próximas três temporadas Parkes se consagrou como um dos melhores pilotos destas categorias no mundo. Vitórias nas 12 horas de Sebring e os 500 Km de Spa em 1964 – em uma temporada marcada por um acidente de testes  – e os 1000 Km de Monza em 1965 lhe renderam elogios de Enzo Ferrari. Tanto é que quando John Surtees abandonou a equipe de Formula 1 em 1966, foi ele que foi chamada para substituir o conterrâneo. E não decepcionou o comendatore, conquistando o Segundo lugar logo na estréia no GP da França em Reims e repetindo a dosem em Monza, onde ainda marcou a pole para o GP da Itália.

No mundial continuava com a classe de sempre vencendo as provas de 1000 Km de Monza e Spa em 1966. E 1967 começou bem com segundo lugar em Daytona, Monza e Le Mans, mas no GP da Bélgica um grave acidente quase tira a vida de Mike Parkes. Sua Ferrari 312 capota e praticamente ejeta o piloto do carro. Ele é socorrido com uma perna quebrada e lesões na cabeça, a recuperação seria demorada, parece o fim da carreira.

Mike Parkes, Ferrari 512M, Riverside Raceway, Can-Am 1972

Mike continuou a trabalhar na engenharia de competição da Ferrari enquanto lentamente se recuperava das seqüelas que levou no desastre e em 1969 finalmente fez uma tentativa nos 1000 Km de Paris. Ele decidiu voltar a correr, mas para Enzo Ferrari ficou claro que ele perdeu a competitividade de antes. Mas o recomendou para seus importadores NART, pela qual Mike competiu na Can-Am, e a Scuderia Filipinetti que o contratou para correr na Europa. Em 1972, seu ano de despedida, Parkes abriu uma exceção na famosa Targa Florio e trocou a costumeira Ferrari por um pequeno e ágil Lola T212, que compartilhava com Peter Westbury. Enfrentando as equipes de fábrica da Ferrari e Alfa Romeo, o quinto lugar da dupla britânica foi um excelente resultado.

Após deixar o cockpit de vez assumiu a coordenação da Scuderia Filipinetti, que além de participar em corridas de longa duração com Ferraris também participava com Fiats 128 no campeonato europeu de turismo. Impressionado com o excelente trabalho que mostrava a partir de uma equipe privativa, foi contratado pela Lancia no cargo conjunto de diretor de provas e diretor técnico para levar o novo Lancia Stratos è ao título no mundial de rali. Mike Parkes faleceu ao volante de um Stratos quando saiu para testar um dos carros da equipe e se envolveu em um trágico acidente com um caminhão.

Advertisements

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s