Saudades de Michèle Dubosc

Michèle Dubosc 1974  Em uma época quando a cronometragem no automobilismo ainda era uma arte inteiramente artesanal, Michèle Dubosc destacava-se pela perfeição e o alto grau de organização que manteve em suas tabelas. Nos anos 60 e 70 a francesa era uma figura conhecida nos boxes e reconhecida pelo seu profissionalismo, sua sinceridade, mas também por ser uma pessoa querida e de bem com a vida.

Michèle Dubosc nasceu em Pointe-à-Pitre, Guadeloupe, e ficou viciado no automobilismo graças a seu padrinho Robert Brunet que era piloto antes da segunda guerra mundial. Ela mesma estreou no automobilismo como co-piloto, fazendo dupla com nomes famosos do automobilismo francês como Pescarolo, Marie-Claude Beaumont, Annie Soisbault e Bernard Consten.

Até que um belo dia em 1961 encontrou o jornalista e piloto José Rosinski. O novo namorado competia com um Cooper na Fórmula Junior e procurava alguém para cuidar da cronometragem. Ken Tyrrell e o jornalista Gerard Crombac, na época o mestre das tabelas de voltas e cronometragem, instruíram a Dubosc como exercer esta função e ela logo entendeu como funciona, mas também como aperfeiçoar o sistema tornando-se referencia no assunto em pouquíssimo tempo.

Quando Rosinski foi contratado pela Alpine arrumou um emprego pra namorada também. Mas ela logo ganhou fama pela meticulosidade com a qual fazia seu trabalho que recebeu uma oferta da Matra de trabalhar na equipe de F2 a partir de 1966. E ela aceitou, tornando s assim a primeira ‚cronometreuse‘ profissional.

michele-dubosc.png

Em 1968 ela foi chamada pela Matra para trabalhar na F1 e também acompanhar a equipe nas corridas de longa duração. Especialmente no mundial de marcas, no qual a Matra dominava em 1973 e 1974, ela se destacou por jamais abandona a sua posição de cronometragem, mesmo nas 24 horas de Le Mans.

Na F1 Michèle teve seu grande dia de fama quando os organizadores do GP de Long Beach nos EUA se perderam totalmente na cronometragem e ficaram sem como montar o grid. Bernie Ecclestone nem perdeu tempo, foi ver a Michèle e conferindo que ela tinha os tempos de todos os pilotos anotados na tabela, a mesma foi declarada oficial e o grid inteiro determinado a partir da cronometragem única de Michèle Dubosc.

Logo as esposas dos pilotos começaram a se interessar pelo trabalho de Michèle porque assumindo esta função para os seus maridos ajudaria a combater o nervosismo, já que a tarefa exigia muita concentração. Assim logo se via Helen Stewart, Barbro Peterson e Maria Helena Fittipaldi, entre outras, como o cronômetro na mão.

Maria Pia Regazzoni 1971Helen Stewart 1971

Quando a Matra deixou a F1 ela continuou trabalhando com várias equipes, apesar do salário dela continuar sendo pago pela empresa francesa. Assim ela pode comparecer mais alguns anos nos boxes de equipes tão variadas como a Tecno, a Hesketh e por final a Ligier.

Nos seus últimos anos de vida Michèle Dubosc, que tanto curtia a vida, não estava bem de saúde e sem animo. Ela faleceu no dia 26 de agosto de 2005 com 72 anos de idade. Hoje, todos que a conheceram e acompanharam seu trabalho não tem como não lembrar da bela francesa toda vez que aparece um tempo parcial ou de uma volta na tela da TV.

Lembram-se de Michèle Dubosc, sentada em sua cadeira dobrável, ajeitada em cima de uma pilha de pneus nos boxes, principalmente da Matra, controlava o desenrolar de treinos e provas. Cronômetro em uma mão, a prancha com suas tabelas nos joelhos e fazendo anotações com a outra mão, nada do que acontecia na pista escapava da sua atenção e virava anotação.

Como os tempos mudaram, a cronometragem acontece por sensores, transmitidos via rádio, tudo computarizado e as medições são exatas até os milésimos de um segundo. Mas falta o charme.

Advertisements

2 Gedanken zu “Saudades de Michèle Dubosc

  1. No filme grand prix a namorada do Italiano fazia este serviço né?
    Belo mote: Um crônometro na mão e uma paixão na cabeça. E da-lhe automobilismo na veia.
    Quando puder leia a minha visão sobre auto-ajuda, la no bligroo.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s