Alonsomaníaco, eeeeu?

doh.jpg  Recebi um puxão de orelha. Aliás, vários. Três dos ultimos quatro posts eram sobre o espanhol, como foto e tudo, e agora el campeón ainda aparece na cabeceira do blog? Aí foi demais pra alguns, a galera reclamou. Caaalma, amigos, a história é bem simples: A apresentação do blog muda semanalmente, sempre o vencedor do ultimo GP ganha essa homenagem durante a semana, seguido de imagens da temporada de 1967, quando começei a acompanhar a Fórmula1. Paciência.

Confesso que fiquei muito satisfeito com o resultado GP da Europa. E já respondendo às perguntas que certamente virão: Não, não torço pro Alonso. Nem pro Massa, nem pra piloto ou equipe que seja. Sou apaixonado por todo tipo de esporte que envolve velocidade. Sendo assim, em fim de semana de GP, torço para que a corrida seja emocionante. Só. É algo de fora de comum comparado com o jeito brasileiro de torcer até pra escola de samba, eu sei, mas também é um jeito legal de se privar de frustrações.

tajima_raceday011.jpg

Vibrei quando o Hamilton, largando em décimo, surgiu em quarto lugar após somente quatro curvas, reclamei quando as duas BMW colidiram, das barbeiragens do Rosberg e das críticas desproporcionais do Galvão ao Charlie Whiting. E vibrei quando o Markus Winkelhock passou o Räikkönen pela liderança (quem diria!).   

Depois da relargada lamentei a quebra do Räikkönen (ia embalar legal o mundial), vibrei coma as ultrapassagens do Hamilton, continuei animado com as performances de Kovalainen (mesmo errando na estratégia), a briguinha (só na pista, mate) de Webber e Coulthard, não acreditei quando o Heidfeld virou o Ralf idem e continuou sem punição.   E por ultimo: Não teve com não ficar agitado na hora da segunda pancada de chuva. Devo ter sido o único telespectador da Globo, salvo talvez a comunidade espanhola no Brasil, que vibrou com a arrojada e bem sucedida ultrapassagem do Alonso. Depois da lambança na classificação Nando lembrou à todos o porquê é bicampeão. E aí? Quem acha que estava mais feliz no final do dia? Eu, torcedor de corrida emocionante, ou os torcedores verde-amarelos…? Pois é…

PS: O que tem a ver a foto aí em cima? Como verdadeiro fanático por velocidade não tenho como não mencionar a vitória de Nobuhiro „Monster“ Tajima na subida de montanha mais espetacular do mundo, o Pikes Peak. O japonês de 57 anos marcou com seu Suzuki XL7 Hill Climb Special de 1007 HP (!) o tempo de 10 minutos e 1.408 segundo quebrando finalmente o recorde de 13 anos de Rod Millen.

Advertisements

2 Gedanken zu “Alonsomaníaco, eeeeu?

  1. Muito estranho esse seu jeito… Eu prefiro torcer pra alguém e passar por vitórias e derrotas do que ficar em cima do muro e se contentar com tudo que acontecer, mas respeito seu jeito, é estranho e interessante ao mesmo tempo.

    A propósito, indiquei seu blog na minha página. Muito legal aqui…

    Abs

  2. Muito obrigado Felipe, que bom que você gostou do blog.

    Pois é, aí você vê como são as coisas. No post anterior ainda fui acusado pelo Marco de „transbordar“ de contentamento sobre o sucesso do Alonso, já você acha a minha posição „em cima do muro“ demais. Impossível agradar à todos. Por isso não faço o mínimo esforço de agradar… 😀

    Mas vou dar um exemplo: Lembram daquele show de pilotagem que o Piquet e o Senna deram no GP da Hungria em 1986? Foi emocionante, foi estoneante, foi uma momento inédito. Não há como apreciar a manobra de ambos os pilotos se você um fanático subjetivo.

    Mas isto obviamente não passa de um ponto de vista meu.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s