A causa do “apagão” do Massa

Volante da Ferrari F2007  No meio da grande controvérsia entre Ferrari e McLaren sobre suspeitas de espionagem e sabotagem ninguém se parece interessar mais pelo o que acontece nas pistas. Pois bem, meu forte foi sempre ir na contramão das massas.

Ninguém parece questionar o tal de “defeito mecânico” na Ferrari de Felipe Massa que acabou causando a abordagem da largada do GP da Grã-bretanha, obrigando o brasileiro a largar da saída dos boxes. Enquanto seus maiores adversários brigaram pela vitória e acabaram comemorando no pódio pontos valiosos na disputa ao título, o baixinho só passou carros do fundão (alôôôô comentaristas da Globo) e não passou mais ninguem no braço à partir da décima posição.

 

Cinco posições o Massa ganhou graças à uma estratégia inteligente, mas achou no ainda inexperiente Kubica em uma BMW inferior o seu mestre. Após quinto lugar no final o nosso amigo resolveu puxar a orelha da Ferrari cobrando mais atenção à qualidade da preparação do seu carro.

 

Seria mesmo é ESSA a história? A Ferrari não sabe como preparar carro devidamente pra um GP???

 

O que mais chamou a minha atenção foi o fato que os sistemas eletrônicos sofisticados de gerenciamento dos motores V8 atuais da F1 tem um dispositivo em comum chamado “anti-stall”. A função deste programa de soft é evitar que o motor apague em tal situação.

 

Quis entender o que aconteceu ali e um amigo, que trabalha em uma das equipes também fornecidas com motores Ferrari este ano e que possuem o mesmo black-box e soft, me revelou os segredinho do Massa enquanto à mancada de Silverstone.

 

O que acontece é que os pilotos procuraram aquecer ao máximo os pneus traseiros para ter a melhor tração possível na largada. Então eles acertam o controle de tração a zero e travam o diferencial eletrônico ao máximo. Assim, em cada acelerada brusca, o carro patina violentamente aquecendo os pneus traseiros devidamente.

 

Chegando à posição de largada os pilotos regulam por meio dos botões no volante o controle de tração e o diferencial de volta ao que pretendem usar na corrida. O Massa fez isto também, mas, pelo relato, no meio de uma acelerada final o que criou uma neblina de combustível não queimada dentro do airbox, que ainda acabou sendo incendiada por um refluxo das câmeras de combustão quando o motor foi “cortado”.

 

Agora, já alinhado, o motor V8 da Ferrari no. 6 começa a embaralhar porque o fogo dentro do airbox está consumindo todo o ar aspirado e o quanto mais o sistema tenta regular o giro disponibilizando mais combustível, só acaba alimentando o incêndio.

 

Finalmente o motor morre por falta de uma mistura de ar e combustível suficiente e o resto é história.

 

Houve falha técnica? Somente no sentido que a Ferrari não previu um caso destes e não há uma solução técnica para tal acontecimento. Foi uma falha operacional do piloto que causou este incêndio momentâneo? Tudo indica que sim.

 

 

Do que temos certeza é que foi mais um pontinho (ou mais) jogado fora…

 

Advertisements

3 Gedanken zu “A causa do “apagão” do Massa

  1. Desculpe, mas agora você está realmente me ofendendo! Já respondi em outro tópico que não sou corretor da bolsa de valores.

    Especulações enquanto à F1 você pode somar em quantos sites você quiser. Isto porque 99% das „redações“ destes sites sequer saberiam a quem perguntar o que ocorreu ali.

    Por isto mesmo este blog NÃO foi criado pra divulgar notícias de caráter especulativo, mas e sim analisar o que está por trás das notícias. E para quem aprecia esta informações, diga se de passagem.

    É uma pena que você não soube apreciar alguém pegar o telefone na mão e ter uma conversa no outro lado do mundo com alguém que REALMENTE sabe o que aconteceu naquele momento.

    Agora pergunto: De onde vem esta autoridade sua de afirmar que o exposto aqui seria subjetivo. Para afirmar isto, você deveria ter acesso a estas informações confidenciais. Você tem acesso a este tipo de informação? Se for o caso, embora acho improvável não descarto esta possibilidade, seria muito interessante conhecer uma outra versão do ocorrido. Ainda mais porque não li nada publicado a respeito.

  2. Liga nao Mário.. o brasileiro tem tendencia a ser cego. Vide eventos mequetrefes como pan, onde os atletas tupiniquins faturaram medalhas e mais medalhas com marcas que mal lhes dariam classificação pra Atenas. E todo mundo comemorou.

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ Foto

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s