Home

Paulo Brein Conversando com o Paulo Breim sábado de manhã, percebo que até agora só raspei a superfície do assunto que vem ocupando o espaço nos últimos dias. Considerando as informações que obtive, fica muito difícil de acreditar que Felipe Massa não sabia o que está acontecendo nos bastidores do Desafio das Estrelas.

Seguindo a indicação do Airton Daré, entrei em contato com o importador de motores Biland no Brasil, como já descrito ontem, mais um que entra como lesado na história do Desafio Internacional das Estrelas. Segundo ele o prejuízo não se resume aos R$ 130.000 em equipamento, contratação de mecânicos, transportes e acomodação. O verdadeiro prejuízo, e sob este valor está marcado audiência no dia 7 de dezembro, é avaliado em R$ 600.000 !

Kart-engine Biland SA 250

“Não iria investir um valor destes em somente uma única corrida de kart”, justifica o gasto. O acordo era de total cinco anos, “três anos para atrair investimentos, os próximos dois anos seriam o estágio onde entraria dinheiro.” Como no caso do Daré, a assinatura não aconteceu por motivos vários. “Tanto faz, não deixa de ser um contrato de boa fé”, afirma Breim. Observação interessante: “Embora o contrato seria feito com a empresa do Carlinhos Romagnolli, o contrato foi entregue pelo Titônio Massa, que inclusive participou de todas as reuniões.”

Enquanto o assunto não ganhou repercussão em público, nos bastidores a causa movida por Breim causou certa preocupação na Rede Globo. Ameaçado de ser cancelado de ultima hora por meio de uma liminar judicial, a emissora preferiu não incluir o evento de 2006 em sua grade de programação e não fazer nenhuma chamada a respeito. Mas a ausência de filmagens seria constrangedor enquanto a algumas parcerias aperentemente envolvendo a emissora. Por isto que a produção foi passada para a sucursal SporTV, já que todos os palanques para as câmeras, as posições dos guindastes e braços estavam definidos de acordo com o posicionamento dos placares de propaganda. Inclusive aqueles em áreas de escape, tornando a coisa mais perigosa que necessário, permitindo exposição máxima dos patrocinadores na TV.

25 chassis de kart para o museo

O evento 2006 balançou, mas acabou por final acontecendo porque Breim desistiu da liminar. “A prefeitura de Florianópolis está enfiando um milhão de Reais no evento”, relata Breim, o que explica a grande empolgação do prefeito Dário Berger com o evento. “E quero que tenham sucesso, assim vão ter como me pagar.” O que pode demorar, pois o advogado de Romagnolli entrou de ultima hora com um pedido de adiamento. O que é uma pena, já que a melhor defesa de Romagnolli e cia seria contestar tudo isto e apresentar provas de que ocorreu tudo conforme combinado.

O quadro que se desenha, segundo os relatos de Daré e Breim, é que a vontade destes dois de gerar um evento de classe e investir nos primeiros passos no que seria um evento de importância para divulgar tanto o automobilismo como o kartismo nacional e seus talentos, tornou-se vitima dos outros dois. Virou um poço de ganância. “Quem não fez o dever de casa no evento inicial foram eles”, constata Paulo Breim. A parte onde eles iriam faturar seriam os ingressos. “Mas só apareceram 300 pessoas, na maioria amigos dos dois.” De lá pra cá o quadro mudou, o ingresso é pago com alimentos, com o investimento da prefeitura de Floripa, Romagnolli e Massa não dependem mais do lucro dos ingressos.

dario-berger-felipe-massa.jpg

Airton Daré me dizia durante a nossa conversa, que ele promoveu um evento na Toca da Coruja, o kartódromo em Bauru que era a sede combinada para o Desafio das Estrelas, para uma comemoração da Policia Militar da região. “Tínhamos 10.000 pessoas no kartódromo”, relata o ex-piloto. É o que Romagnolli anuncia como expectativa para este fim de semana. Quem estiver lá, manda uma foto das arquibancadas no domingo.

Resumo da história: Carlos Romagnolli e Titônio Massa, pai de Felipe Massa, são sócios. Ou pelo menos agem assim. Felipe Massa efetuou todos os contatos com os pilotos de F1, provavelmente com boa parte dos outros também. Perante estas evidências afirmar que ele, Felipe Massa, não sabia de nada, sugere que o piloto faria sucesso no cenário da política brasileira após a sua aposentadoria da F1.

About these ads

17 Gedanken zu “Família Massa: Pai não fala com filho?

  1. Meu Deus do Céu… A cada dia que passa, fico sabendo de uma novidade, e quero ver onde isto vai terminar…

    O mais engraçado, é que o outro lado da moeda, não se manifesta, esnoba e ainda assim trata mal os jornalistas, como fez com vc. Como diria Boris Casoy: “Isso é um absurdo”.

    Mario,

    Mais uma vez parabéns pelos seus relatos, e tenha certeza que ganhaste mais um fã.

    Abs,

    Jairo.

  2. O titônio (não merece a inicial maiúscula) é vagabundo. Deu o cano em muitos fornecedores no passado e continua. É caso para a Polícia Federal.

  3. O Paulo Breim pediu correção enquanto a duração do acordo.

    Partindo da informação do Airton Daré, cujo acordo era de três anos e mais dois como opção, assimilei esta duração ao compromisso de Romagnolli/Massa com a Biland. Eis a coreção do Paulo:

    “Olá Mario, tudo bem?

    O que eu relatei pra você é que primeiro ano era *investimento* nosso, os dois últimos era faturamento. 1 + 2 = 3. Não falei em 5 anos. Aliás com esse mundo globalizado, fazer projeções de 5 anos é uma coisa pra doido.

    abraço
    paulo”

    Tá aí então: Contrato de três anos, investimento feito para o primeiro, mas não houve chance de amortização, de gerar lucros depois do evento inicial nem se fale então.

    O Paulo também tinha comentado que tinha conseguido um patrocinador para a segunda edição. Imaginem o constrangimento…

  4. Mário, muito interessante teus relatos e se você não postar no blog por um dia que seja, já vamos começar a pensar que alguma coisa aconteceu a você. uahuahu.

    Vi dois relatos de leitores falando da fama de caloteiro da família Massa, isso me deixou horrorizado.

    Continue com esse jornalismo independente e se o Massa atender aos teus chamados nos informe.

    Abraços

  5. É um mau caráter desses que uma grande emissora de tv quer vender como ídolo nacional e futuro campeão mundial? Isso é uma piada. O fantástico Nelson Piquet tinha alguns problemas fora das pistas só que dentro delas foi tricampeão mundial enquanto o incompetente do Massa errou quando não podia e perdeu o título pra ele mesmo. Parabéns Mario pela série de textos isso sim é jornalismo de verdade.

  6. Pondo a casa em ordem!

    Eis o como aconteceu o mal-entendido por minha parte enquanto à duração do acordo entre Massa, Romagnolli, Daré e Breim: Na conversa semana passada Daré mencionou o contrato de três anos, sim. Mas disse “mais dois anos”. Eu entendi isto como uma opção para continuação além dos três anos. Não é o caso, como já havia colocado o Paulo Breim.

    De Fato, e o Daré esclareceu isto também comigo hoje, o acordo era de três anos. O comentário se referia simplesmente que faltavam executar mais dois dos três eventos combinados.

    Interpretação errática do gringo aqui enquanto a este detalhe. Peço desculpas ao Airton e ao Paulo, creio que fica esclarecido o fato.

  7. Isso mesmo Othon. Falou que se surpreendeu como estava difícil na ultima tentativa lá no indy 500 e resolveu encerrar os ovais.

    Hoje, papai de uma filhinha, anda de moto-cross. Como se isso não fosse perigoso…

  8. cara bacana ele, muito mesmo…morei nos EUA de 98 a 2001 e tive oportunidade de conhece-lo…quando falar com ele, diga que eu mandei um abraço !

  9. Pingback: De 0 a 100.000 em 158 dias « 1 0 0 . 0 0 0 visitas

Kommentar verfassen

Trage deine Daten unten ein oder klicke ein Icon um dich einzuloggen:

WordPress.com-Logo

Du kommentierst mit Deinem WordPress.com-Konto. Abmelden / Ändern )

Twitter-Bild

Du kommentierst mit Deinem Twitter-Konto. Abmelden / Ändern )

Facebook-Foto

Du kommentierst mit Deinem Facebook-Konto. Abmelden / Ändern )

Google+ photo

Du kommentierst mit Deinem Google+-Konto. Abmelden / Ändern )

Verbinde mit %s